Não basta ter bons fornecedores, eles devem ser parceiros

É importante é estarmos cercados de pessoas boas, neste caso, de bons profissionais, mais precisamente de bons “FORNECEDORES”

Em momento que tanto se fala de crise, corrupções, desafios. Em uma época em que a palavra nem sempre é cumprida, um “fio de bigode” não tem valor algum, em que temos que confiar desconfiando de tudo e de todos... Entretanto em contra partida as “parcerias” hoje, fazem toda a diferença! E o importante é estarmos cercados de pessoas boas, neste caso, de bons profissionais, mais precisamente de bons “FORNECEDORES”.

Quero aproveitar este momento para falar de um dos PRINCÍPIOS DE GESTÃO DA QUALIDADE conforme a ISO9000 (norma de referência para Gestão da Qualidade):

BENEFÍCIOS MÚTUOS NAS RELAÇÕES COM FORNECEDORES - “Uma organização e seus fornecedores são interdependentes. Uma relação de benefícios mútuos aumenta a capacidade de ambos em agregar valor.”

Este princípio é mais comum e conhecido nas empresas (independente do ramo e porte) como: “ PARCERIA COM FORNECEDORES!

Como lidar com os parceiros diante de tantos desafios e desconfianças?

Há muitos anos atrás, com a criação da Qualidade Total, já se percebia a importância de ter parceiros confiáveis e de qualidade, os fornecedores. A palavra “parceria” carrega um peso que vai além da relação de cliente x fornecedor, ela reforça o vincula de confiança, cumplicidade e fidelidade, é mais do que cumprir um contrato legal, é desejar o sucesso do outro sabendo que o seu será em consequência. Como se fosse um grito de vitória “estamos juntos para o que der e vier”! Quem não gostaria de contar com um fornecedor assim?

Sendo assim, não basta ter bons fornecedores, eles devem ser “PARCEIROS” !

Parceiros são aqueles em que você pode confiar no produto/serviço, garantindo que seja igual ou tão bom ao seu próprio serviço. Isto, porque quando chegar ao cliente final, pouco importa quem fez, quem entregou, o cliente quer é resultado e qualidade. E em hipótese alguma caberá uma justificativa de que alguma falha partiu do fornecedor, isto não é problema do cliente, e sim:seu! Então confie em seu fornecedor /parceiro.

No sistema de gestão da Qualidade, cuidamos desta relação de uma forma bem profissional: AVALIANDO e QUALIFICANDO os fornecedores. Seguindo critérios e prazos para novas avaliações.

Alguns itens importantes para avaliar:

  • O produto /serviço é “sempre” de qualidade?
  • A entrega acontece no prazo, quantidade e local estipulado?
  • Como é o atendimento/comunicação com este fornecedor: é prática? é acessível? é simpática?
  • As negociações são justas? Isto é, ambos saem ganhando?
  • Ele tem condições de te atender caso tenha que triplicar sua demanda?
  • E quando alguma coisa não acontece conforme o combinado, por qualquer motivo ou parte, como é a tratativa e solução do problema? É desgastante?

Respondendo estas questões você já conseguirá avaliar se seus fornecedores estão sendo ou podem se tornar parceiros, pois é disso que o seu negócio precisa para garantir a Qualidade Total e é claro, satisfação do cliente, o nosso maior bem!

ExibirMinimizar
Digital