Mude seus Hábitos e Fature mais em seu Negócio

Você imagina como hábitos podem ajudar ou atrapalhar você e seus negócios? Aprenda a forma correta de usar o hábito a seu favor

Converso com muitos empresários e profissionais liberais devido aos Processos de Coaching e Consultoria para Pequenas e Médias empresas de vários setores e locais do Brasil. O que tenho percebido é a dificuldade que a maioria passa em administrar suas rotinas diárias de forma a gerar resultados que consigam manter suas contas no azul, talvez isso reflita também a sua realidade. Quando falo de mudança de hábitos com esses empresários eles não entendem como isso pode

Quando estamos envolvidos em uma situação delicada, a tarefa mais complicada é conseguir enxergar saídas, as vezes simples. Muitas vezes o simples pode parece complexo ou inatingível, mas nem sempre o é, mas se você tenta enxergar a solução sozinho isso realmente pode lhe parecer desta forma.

"Pensar fora da caixinha nem
sempre é uma tarefa fácil"

Hábitos ou rotinas

Em nossa vida cotidiana pessoal e também profissional na maior parte das vezes nos acostumamos com certas tarefas repetitivas e elas acabam por se tornar um hábito. Os hábitos são uma forma prática de nosso cérebro economizar energia. Por exemplo, imagine uma tarefa rotineira que tenha que ser repetida centenas de vezes em sua vida. Tornar essa tarefa um hábito vai fazer com que seu cérebro funcione no "piloto automático" economizando um monte de tempo e esforço para executá-la.

No livro O Poder do Hábito" de Charles Duhigg começamos a entender por que algumas pessoas e até mesmo empresas (consultórios de odontologia, inclusive!) tem tanta dificuldade em mudar e conseguir melhores resultados, enquanto outras parecem conseguir isso do dia para a noite. Em processos de Coaching tenho trabalhado em algumas técnicas para mudanças e criação de hábitos angulares nos indivíduos e a implantação de rotinas nas empresas.

"Indivíduos tem hábitos, organizações tem rotina, as rotinas são os equivalentes dos hábitos nas organizações" Geoffrey Hodgson

Hábitos angulares transformam tanto indivíduos como empresas, criando culturas que deixam claro os valores que no calor de uma decisão difícil ou de um momento de incerteza, talvez acabássemos esquecendo. É neste ponto que você pode alterar seus hábitos e principalmente criar ou mexer nas rotinas de seu negócio para que ele tenha realmente um propósito. (Charles Duhigg)

Seja um espelho de coisas positivas

Por exemplo se você é dono de seu negócio e é uma pessoa que tem o hábito de chegar cedo, atender sempre sorrindo seus clientes, ser sincero em suas conversas, não falar mal de ninguém pelas costas etc, sua postura acaba sendo disseminada em sua empresa. Seus funcionários acabam por entender a mensagem subliminar em seus atos e acabam por se tornar pessoas melhores e isso acaba por influenciar também suas vidas fora da empresa, melhorando sua convivência em suas casas, escolas, e assim por diante. Esse é um exemplo de hábitos angulares que podem acabar por influenciar de forma positiva todo um sistema/comunidade. Mas cuidado pois o contrário (para o lado negativo!) também é verdadeiro.

Comece do começo...

Se você quer melhorar seu negócio, crie um plano, defina um objetivo, crie marcos ou metas e principalmente conheça sua situação atual, mas principalmente tome cuidado com suas atitudes, elas determinam o rumo de sua vida e de um monte de gente que está ao seu redor.

Não é possível definir objetivos de crescimento se você nem sabe exatamente onde está hoje. Qual seu faturamento atual? Quantos pacientes tem ativos hoje? Qual a margem de lucro de seu negócio? Qual seu rendimento/retirada como dono deste negócio?

Ou seja quer criar objetivos? Saiba exatamente onde você está neste momento em seu negócio ou em sua vida pessoal e planeje o rumo de sua mudança.

Estabeleça estes pontos de forma clara e ai sim você poderá partir em sua jornada rumo a determinado objetivo. Sem esses pontos definidos qualquer planejamento se tornará simples "fazejamento".

Uma análise detalhada da sua situação atual com um olhar externo poderá ser bastante útil.

Conclusão

Aprenda com seus erros e também com seus acertos (lógico!), mas principalmente mude hábitos ou rotinas nocivas tanto para você como para seu negócio e com certeza você vai conseguir sair da rodinha do hamster e enxergar sua vida pessoal e/ou seu negócio com um olhar diferente e mais imparcial, levando-o a crescer em todos os aspectos.

Recomendo fortemente a leitura do livro citado acima

Boa mudança (de hábitos!)...

Forte abraço,

Marcos Rocha

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento