Café com ADM
#

MPEs, fonte de oportunidades

Com satisfação proferi a palestra com temática voltada para a profissão de Administrador de Empresas, dirigida para jovens que estão pretendendo ingressar nos cursos de graduação de Administração de Empresas. A palestra ocorreu em 19/10/2004, no Cidade Escola Aprendiz, entidade constituída a partir da ONG formada pela FIA - Fundação Instituto de Administração e JP Morgan. Foi abordado dentre os diversos assuntos como a importância das empresas no contexto econômico, o papel do administrador, carreira, áreas de atuação e cursos inerentes a profissão. Um dos pontos altos da palestra foi comentar sobre o mercado de trabalho que abre as portas para os jovens iniciantes na carreira. Como é sabido por todos, o mercado de trabalho, apesar dos índices de desempregos insistirem firmar queda de desempregos, fica clara as dificuldades que os jovens enfrentam ao concorrerem vagas para inicialização de carreira e ingresso ao mercado de trabalho. É incrível como os jovens ainda sustentam uma imagem de empresas grandes, multinacionais e repleta de benefícios, o que parece haver trabalhos somente nas Nestlé's, Autolatinas e McDonald's da vida. Esquecem ou não sabem que as oportunidades de trabalho, principalmente para eles jovens, atualmente são ofertadas pelas micro e pequenas empresas. Não sabem ou não percebem que as micro e pequenas empresas, com exceção do porte, atualmente se estruturam operacionalmente igual como se fossem uma grande organização, seja na sistematização de informações, conhecimento e capacidade profissional das pessoas que atuam nesta modalidade de empresa. Desconhecem que os micros e pequenos empresário se preocupam e vivem se esforçando para fazer rentabilidade e lucro frente a uma concorrência acirrada e um mercado competitivo, o que muitas vezes garante pagar salários tão iguais ou melhores do que uma grande empresa. E além disso, os jovens ingressantes nem se quer imaginam o quanto de talento detém os micros e pequenos empresários, jogo de cintura, busca constante de conhecimento e alternativas inovadoras para sempre superar. Sempre tive a certeza que o universo de micro e pequenas empresas é a principal fonte de oportunidades, para tudo, vender, comprar, fabricar, prestar serviços e... gerar empregos. Vejam as estatísticas: As MPEs representam 98% das 4,1 milhões de empresas formais na indústria, comércio e serviços - respondem por 20% do PIB - empregam 45% da força de trabalho que possui carteira assinada Esse é o mundo legalizado. Juntem-se a ele 9,5 milhões de empresas informais, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); ou 14,5 milhões, de acordo com o Departamento Intersindical de Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). E não estão incluídas aí as quatro milhões de pequenas propriedades rurais de agricultura familiar. Qualquer que seja a estatística adotada, os números são marcantes. Significa dizer que a maioria dos 70 milhões de brasileiros que constituem a População Economicamente Ativa (PEA) trabalha ou tem algum vínculo com as MPEs.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.