MLM: apenas um sistema de marketing.

Segundo a ABEVD - Associação Brasileira de Empresas de Venda Direta - o mercado brasileiro deste segmento movimenta cerca de R$ 2,682 bilhões e gera renda para 1.165.630 empreendedores. Os líderes mundiais são: Estados Unidos, Japão, França e Alemanha. O Brasil está engatinhando neste tipo de mercado. Isso significa que para "bom empreendedor meia palavra basta". No Brasil, especificamente, o cenário apresenta algumas características bem marcantes. Historicamente, seu crescimento está condicionado à situação econômica nacional. Resumindo: quanto maior a crise, maior o crescimento deste mercado. Este fenômeno pode ser explicado pelo simples fato deste tipo de mercado ser parte importante na complementação da renda dos brasileiros de classe média e média baixa. Nosso país é o 5º mercado no ranking mundial no segmento de vendas diretas. Só a título de comparação, nos Estados Unidos o mesmo mercado contabiliza US$ 24,54 bilhões e mobiliza 10.300.000 de empreendedores independentes. Isso reafirma nossa convicção de que este mercado tem muito a crescer nas terras tupiniquins. Muitas controvérsias foram geradas aqui, através de procedimentos inadequados e quebra de muitos aventureiros sem estrutura. Outro fator nocivo para este mercado foi o discurso messiânico imposto por alguns sistemas de treinamento que tornaram o negócio pouco atrativo para pessoas mais críticas. Porém, nada melhor que o tempo para corrigir certos erros impostos pela implantação de um sistema de distribuição multinível. Em suma, o mercado de venda direta é uma evolução do processo tradicional de distribuição onde se eliminam os intermediários e o consumidor passa a ser remunerado por simples indicações ou por formação de rede de consumidores e distribuidores. Isso reduz as despesas com marketing, especificamente no que diz propaganda e distribuição. Podendo a empresa produtora investir mais em pesquisas para melhoria da qualidade dos produtos e até na remuneração dos distribuidores que pode variar de empresa para empresa. Com o advento da internet, principalmente através do e-commerce, observamos um grande aumento nas possibilidades de negócios neste mercado, pois os meios de comunicação tornaram esta atividade mais rica em informação. Algumas empresas ganharam muito com isso. Um típico exemplo disso foi a Amway, que foi forçada a mudar de estratégia para deixar seu sistema mais atraente para os empreendedores e hoje tem suas atividades crescendo em toda América Latina (www.latinamway.com). Confundido com sistemas piramidais, o negócio de MLM, ou marketing multinível - principal canal de distribuição de empresas que se servem da venda direta - tem sofrido retaliações, principalmente das grandes mídias. Um dos motivos óbvios é fato de que este tipo de negócio, por não depender de comunicação tradicional (rádio, TV, jornais, revistas, etc), tem uma verba mais enxuta limitada apenas a inserções institucionais e assessoria de imprensa. A maior parte da verba é destinada a treinamento de distribuidores e pesquisas de produtos, garantindo assim uma maior qualidade nos produtos e maior capacitação dos empreendedores. No site da ABEVD (www.abevd.org.br) e da DOMUS (www.domus.org.br) os empreendedores poderão obter mais informações deste tipo de mercado. Mais importante do que conhecer o mercado é desmistificar os boatos sobre sistemas piramidais. O investimento neste tipo de negócio, geralmente, é muito baixo e as empresas sérias oferecem
GARANTIA DE SATISFAÇÃO para seus clientes. Outro fator fundamental para a escolha da empresa certa é a solidez do negócio (tempo de mercado, faturamento, etc.). Vimos no Brasil empresas ( Odoriza, Multinível, Vitória, etc) indo e vindo, junto e com elas os sonhos muitos empreendedores.

DICA LEGAL: Como todo negócio sério, o mercado de venda direta não é garantia de independência financeira. Somente através de muito trabalho e comprometimento um empreendedor consegue alçar vôos mais altos neste tipo de mercado. Uma coisa é certa, investir numa distribuição multinível é, de longe, muito mais barato e muito menos arriscado do que adquirir uma franquia tradicional ou um negócio próprio com todos o investimento e impostos que isso implica. UMA HISTÓRIA DE SUCESSO O Marketing Multinível foi introduzido no Brasil em 1991, por uma das maiores empresas do setor, a Amway Corporation (hoje Alticor Inc.), empresa norte-americana com sede na cidade de Ada Michigan. Espalhada por mais de 80 países e territórios nos 5 continentes, atualmente conta com mais de 3,6 milhões de pessoas associadas, desenvolvendo a oportunidade. Os primeiros anos da Amway no Brasil foram marcados por um processo de rápido crescimento por todo o território nacional, ao mesmo tempo em que a falta de propaganda tradicional gerava algumas incertezas sobre o próprio negócio e os produtos envolvidos, pela simples falta de informação. Acostumadas à árdua competição do mercado de trabalho, as pessoas desconfiavam de um negócio onde a chave para o sucesso pessoal é ajudar outras pessoas a ter o sucesso. Por outro lado, as pessoas aos poucos passaram a perceber que os produtos, muito embora em alguns casos tenham preços unitários superiores aos concorrentes encontrados no mercado, representam uma substancial economia. Como exemplo, uma caixa do sabão em pó SA8 PREMIUM custa pouco mais de R$ 23,00, mas corresponde a cerca de 10 caixas dos melhores sabões em pó encontrados no mercado, cujo custo unitário fica em torno de R$ 5 a 8. Além da excepcional qualidade dos PRODUTOS AMWAY, fica bastante clara a economia. Na prática, nos primeiros anos do negócio no Brasil os distribuidores independentes da Amway se preocupavam muito mais em formar suas redes rapidamente do que em esclarecer às pessoas do que se tratava a oportunidade e de apresentar seus produtos ao mercado. Focavam no retorno esquecendo do produto que era a base do negócio. Pouco se falava em vendas e, portanto, o faturamento vinha basicamente do consumo pessoal dos produtos pelos próprios distribuidores e dos patrocínios, ou adesões, geradas . Esse método de trabalho revelou-se bastante eficiente durante longo período de tempo, mas o amadurecimento das principais lideranças e da própria empresa, fez com que a atividade de vendas fosse naturalmente agregada ao leque de opções de rendimentos que o distribuidor tem a seu dispor. Dessa forma, quando uma pessoa é apresentada ao Plano de Negócios, percebe que na prática o negócio pode se compor de vendas pessoais, vendas de seu grupo de vendedores, compras por Internet, cadastro de clientes e formação de redes de mercado. O novo distribuidor poderá utilizar todas as opções de rendimentos, ou apenas daquelas que mais lhe agradem. Hoje, o Marketing Multinível da Amway é um negócio consolidado, caracterizando-se como uma excelente oportunidade de negócios. Ao contrário dos anos iniciais, onde a propaganda era feita apenas boca-a-boca, a Amway recentemente investiu R$ 2,5 milhões na divulgação da marca e apoio aos distribuidores com o objetivo de aumentar em 30% o volume de patrocínios. Outros R$ 1,5 milhão estão sendo investidos na obtenção de parcerias locais com o objetivo de fabricação de produtos para consumo local e exportação. Outro aspecto a se destacar é a preocupação ambiental e social da empresa. Desde o início de suas atividades, em 1959, todos os produtos que fabrica são biodegradáveis, desde as embalagens até o produto final. Por outro lado, desde que iniciou suas atividades no Brasil, a Amway participou com a colaboração de seus distribuidores de diversas ações sociais, dentre as quais se destacam as parcerias com o SOS Mata Atlântica e o UNICEF (doou o equivalente a US$ 111 mil oriundos da venda de cartões de Natal), plantio de 150 mil mudas de Pau-brasil, recebeu o prêmio Top de Ecologia/95 da ADVB, Patrocinou o NORFEST96, Apoiou a Campanha Internacional de Combate a AIDS, e atualmente apóia o GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer).

*Gostaria de esclarecer que não sou distribuidor de Produtos das empresas deste segmento e nem vinculado comercialmente a nenhuma empresa multinível. Sou apenas um jovem que conheceu a oportunidade e vem acompanhando para fins de pesquisa e quem sabe um dia tornar-me um distribuidor.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.