Meu concorrente e um balão de ar quente

Como precisamos enxergar a concorrência como oportunidade de melhoria

Outro dia durante o trabalho ouvi um empreendedora falando sobre um concorrente e como ela o enxergava e o quanto ela se sentia incomodada em ter alguém tão próximo oferecendo o mesmo serviço na região.

Fiquei pensando em como por muito tempo a concorrência tem sido vista muitas vezes como um vilão, aquele que deseja de qualquer forma "destruir" minha empresa.

Mas vejamos de outra forma. Imagine sua empresa com um balão que funciona a base de ar quente.

"Balões de ar quente fazem isto com um queimador posicionado sob o envelope do balão, quando o ar no balão esfria, o piloto pode reaquecê-lo acionando o queimador."(http://ciencia.hsw.uol.com.br/baloes-de-ar-quente.htm)

Partindo para a minha idéia de que sua empresa é um balão de ar quente vejamos o seu concorrente como o queimador, sim, o principal motivo para que seu balão permaneça no ar. Parece meio loucura, mas como somos fadados ao comodismo, achando que está tudo "indo muito bem," deixamos o ar que deveria nos manter no em vôo livre, esfriar... e quando aparece um concorrente reclamamos.

Sugiro pensar da seguinte forma: a concorrência deve nos fazer pegar papel e caneta e nos autoavaliarmos como empresa: o que ele tem que eu deixei de ter? Por que meus clientes deixaram de vir aqui e estão indo lá??

Se apareceu a concorrência algo diferente está acontecendo no mercado e provavelmente você nem percebeu; seu concorrente deve ser como o "queimador" que ajudará a esquentar mais uma vez o ar ou seja, fara com que saia da zona de conforto e busque as melhorias necessarias que nos ajudarão a subir novamente.

Publicado originalmente no blog da autora

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento