Marketplace: o que é e como funciona?

Marketplace nada mais é que um shopping virtual abastecido por diversos produtos e/ou serviços podendo ser de um mesmo segmento ou não. Nesse “mercadão” diversas empresas colaboram com o abastecimento de seus produtos e/ou serviços formando um grande e variado espaço de comércio online

Marketplace nada mais é que um shopping virtual abastecido por diversos produtos e/ou serviços podendo ser de um mesmo segmento ou não. Nesse “mercadão” diversas empresas colaboram com o abastecimento de seus produtos e/ou serviços formando um grande e variado espaço de comércio online.

Se você pretende ter seu produto/serviço em um marketplace saiba que eles têm políticas e custos próprios podendo variar muito de um para outro. É necessário pesquisar taxa de comissionamento, valor do anúncio, pagamento por clique e mensalidade para saber qual encaixa melhor no seu negócio.

Escolhido o seu espaço, é preciso saber como se diferenciar. Afinal, várias lojas de um mesmo segmento expõem seus produtos em um espaço comum e muitas vezes encontraremos itens semelhantes. Ofereça o melhor preço, mas também saiba agregar valor. O item ofertado deve conter descrição detalhada, canal de comunicação para eventuais dúvidas, fotos ou vídeos que envolvam o cliente.

A princípio o marketplace era um espaço mais voltado para pequenos e médios empreendedores, mas atualmente o cenário é outro. São os varejistas quem vem entrando com tudo neste mercado.

O formato apresenta grande fluxo de clientes contribuindo para o trabalho de marca, credibilidade na venda de produtos, e aumento do potencial da marca nas buscas orgânicas. Já existem pesquisas que indicam que os marketplaces brasileiros movimentam mais de 30% do tradicional comércio online.

Se você não perde tempo e já está inserido neste mercado, saiba que é tão importante quanto no mercado físico medir resultados e acompanhá-los com frequência, e caso preciso, reajustar alguma estratégia.

Para melhorar o fluxo e a eficiência do seu processo, esteja atento ao volume de vendas, a taxa de crescimento, lucro, ticket médio, número de visualizações, número de leads, conversões geradas, vendas finalizadas, de onde vem o cliente, quanto tempo ele permanece no seu site, quantos desistiram, entre outros dados.

Você pode ter seu próprio e-commerce ou fazer parte de um marketplace, mas o importante é qualificar sua marca para que ela seja destaque nos principais buscadores atingindo um público cada vez maior.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento