Marketing Online: Por que cultivar uma cultura de transparência faz bem para os negócios
Marketing Online: Por que cultivar uma cultura de transparência faz bem para os negócios

Marketing Online: Por que cultivar uma cultura de transparência faz bem para os negócios

O desenvolvimento de uma cultura de transparência no marketing online pode te ajudar nos seus resultados.

A transparência é, obviamente, o conceito do momento. Ele soa muito bem ao ser mencionado em reuniões do conselho de diretores e nos retiros organizados pela empresa. Mas, é muito mais difícil do que se imagina efetivamente implantar a transparência nas tarefas do dia-a-dia dos negócios, especialmente quando se trata de negócios online.

Se sairmos do mero discurso superficial sobre a transparência e realmente nos tornarmos transparentes nos negócios online, acredito que isso será de grande ajuda para tornar as nossas empresas mais bem sucedidas. A transparência não é algo bom apenas em termos éticos. Ela é boa para os negócios, também.

A razão pela qual a transparência é tão atrativa se deve em grande parte às atuais tendências culturais e ao comportamento humano. Nós gostamos de pessoas que são transparentes, e, portanto, faz sentido que nós gostemos de empresas que são transparentes, também. Isso não tem a ver com um novo “truque” ou uma nova “técnica”. Isso tem a ver com ser uma pessoa de verdade, um líder de verdade e uma empresa de verdade.

AS PESSOAS SE SENTEM ATRAÍDAS POR EMPRESAS QUE SÃO TRANSPARENTES

A transparência é atraente de uma forma primitiva, humana. Nós percebemos isso intuitivamente das nossas interações com as pessoas. Quanto mais você conhece alguém, mais você se torna progressivamente transparente, aberto, e essa pessoa se torna transparente em relação a você. Você não pode realmente se tornar amigo de alguém a não ser que existe certo nível de transparência.

O mesmo acontece em maiores escalas, com empresas e o marketing online. Eis aqui alguns dos motivos:

Nós fazemos negócios em uma cultura que é caracterizada pela transparência social.

As mídias sociais são uma nova forma de ser transparente. As pessoas se expressam de forma mais pública e aberta do que jamais fizeram. Apesar de um pouco dessa transparência ser cuidadosamente pensada para fazer com que possamos exibir apenas o que temos de melhor, a realidade é que, ainda assim, há uma transparência aí.

Nós fazemos negócios em uma cultura que passou pela experiência de observar a corrosão da privacidade.

O sigilo não é visto mais como uma virtude. Os hackers e divulgadores de informações sigilosas de governos e grandes empresas são aclamados como celebridades, e cada vez menos tratados como traidores. Parece que, quase toda semana, grandes corporações deixam vazar informações pessoais de milhões de pessoas. É verdade que, com essas notícias, nós ficamos um pouco apreensivos e alteramos uma ou outra de nossas senhas, mas é quase como se já esperássemos por isso.

O sigilo está em queda e a transparência tem se tornado a virtude do momento.

AS PESSOAS CONFIAM EM EMPRESAS QUE SÃO TRANSPARENTES

A transparência produz confiança. Quem pode confiar em uma pessoa ou uma empresa que não divulga nada sobre si, que fica cheia de segredos e não compartilha nada?

Existem poucas formas de se criar confiança, e uma delas é ser transparente. O oposto de ser transparente é ser sigiloso, o que só serve para corroer a confiança.

Organizações inteiras existem para o único propósito de encorajar a transparência. Por quê? Porque uma cultura mais transparente é capaz de gerar confiança. A confiança acaba com a corrupção.

A transparência se sai vitoriosa, pois ela é capaz de criar confiança.

EMPRESAS TRANSPARENTES ATUAM EM UM PATAMAR MAIS ELEVADO

O modelo de receitas transparentes do Buffer desencadeou um furor de reações, variando de “Mas que diabos!?” até “Isso é incrível!”

Porém, qual foi seu maior impacto? Como a Quartz publicou “A estratégia do Buffer faz parte... da iniciativa de fortalecer as bases do trabalho em equipe.” Glenn Lopis segue o mesmo raciocínio num artigo para a Forbes: “A transparência... força uma equipe a trabalhar, junta, de forma mais inteligente.”

Quanto mais as pessoas se tornam transparentes entre si, mais suas relações se aprofundam. E quem é o responsável por liderar esse movimento em direção à transparência? É quem está na liderança dos negócios. A transparência deve começar no topo.

O QUE, EXATAMENTE, SIGNIFICA “TRANSPARÊNCIA”?

Eu estive falando sobre transparência todo esse tempo, mas até agora não expliquei exatamente o que entendo que ela significa. Há um desafio inerente à tarefa de descrever o que caracteriza um negócio transparente.

Para que um negócio seja transparente, as pessoas que fazem parte dele precisam ser transparentes. Uma cultura de transparência começa a se formar quando seus líderes intencionalmente manifestam sua própria transparência pessoal e encorajam-na nas atitudes e comportamentos dos membros de sua equipe. Em outras palavras, a transparência começa com as pessoas.

Quando as pessoas de uma organização são transparentes, essa transparência logo se transmite para a organização. Eis como você pode aplicar os princípios da transparência para os seus empreendimentos de marketing online.

Seja transparente a respeito do preço. Existem poucos motivos para se esconder o preço de um produto. Esclareça logo de cara o quanto ele custa, o que seus clientes obterão com a compra e como eles vão recebê-lo.

Seja transparente a respeito das garantias. Penso que as garantias são importantes para qualquer produto. Explique-as da forma mais clara possível. Quanto mais simples for a garantia, melhor. Eis como o Crazy Egg explica a sua garantia: “Você está totalmente protegido pela sua Dupla-Garantia de 100% Sem Risco. Se você não aumentar a taxa de conversão do se site ou os seus rendimentos pelos próximos 30 dias, é só nos informar que iremos restituí-lo imediatamente, sem fazer qualquer pergunta.”

Seja transparente a um nível pessoal. Ao manter o princípio de que a transparência se inicia com as pessoas, você, como um líder empresarial, deve ser transparente. A melhor forma de ser transparente é participar d as redes sociais. Escreva posts em blogs sobre os seus fracassos e sobre os seus sucessos.

Seja transparente sobre os sucessos e os fracassos dos seus negócios. Uma das formas pelas quais uma empresa pode ser transparente é permitindo que terceiros discutam o trabalho que eles realizaram em nome dessa empresa. Por exemplo, o Conversion Rate Experts produziu artigos e informações discutindo o trabalho que eles fizeram para o Crazy Egg. Esse nível de transparência ajuda inspirar confiança e credibilidade no meio dos negócios.

Seja transparente a respeito dos clientes insatisfeitos. Se as pessoas não estão felizes, não vai adiantar nada tentar esconder isso. Elas vão espalhar sua insatisfação nas redes sociais. Ao invés de correr para esconder as atitudes ruins desses clientes, lide com isso de forma aberta e honesta.

Seja transparente a respeito das mudanças. As mudanças são a oportunidade perfeita para se exercitar a transparência. Seja franco sobre como você está mudando o seu modelo de negócios, os seus preços, as lideranças dentro da sua empresa, seus produtos ou qualquer outra coisa. O fato de você declarar abertamente as mudanças que estão sendo realizadas é tão significativo quanto as próprias mudanças.

A transparência é uma daquelas coisas sutis que causam um imenso impacto num negócio. Sim, ela vai ter um impacto no seu resultado final. Mas isso não é tudo. O ponto é que ela ajuda a todos a realizarem negócios de um jeito melhor: você, seus clientes e os membros da sua equipe.

A forma certa pela qual se devem fazer negócios é a partir de uma cultura de transparência.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.