Marketing é planejamento e quem não entendeu isso, não entendeu nada
Marketing é planejamento e quem não entendeu isso, não entendeu nada

Marketing é planejamento e quem não entendeu isso, não entendeu nada

Não existe uma receita de bolo que vai te fazer acertar sempre: é preciso conhecer os potenciais, as dores, os erros e acertos

Há algum tempo tenho prestado atenção às percepções que as lideranças têm sobre o setor de marketing dentro das empresas. Já tive a oportunidade de atuar em locais de diferentes portes e ocupar cargos de diferentes níveis: de estagiária à supervisora. É interessante pensar que grande parte delas ainda não compreende em sua totalidade o real sentido de contar com um setor de marketing em sua estrutura. Até hoje ouço que o marketing é o setor de “perfumaria” de uma empresa, ou seja, desempenha atividades que poderiam ser facilmente retiradas do escopo que não fariam falta.

Trabalhar com marketing é sempre um desafio. Cada empresa está em uma fase diferente e passa por situações únicas de acordo o seu segmento. Não existe uma receita de bolo que vai te fazer acertar sempre. É preciso conhecer os potenciais, as dores, os erros e acertos. Estudar o segmento e as suas peculiaridades, os concorrentes, os diferenciais. Para daí então abrir a caixinha de ferramentas e procurar o melhor método, a melhor estratégia, os melhores formatos e a melhor maneira de fazer a empresa crescer, se desenvolver e alcançar os seus objetivos.

Isso demanda planejamento. E planejar demanda tempo. E, ao que parece, as empresas assinaram um contrato coletivo invisível que estabelece: “nós não temos tempo”.

Vi um post do Douglas Gomides outro dia que dizia exatamente isso. Sem o tempo necessário para realizar esse diagnóstico, não há assertividade. Profissionais de marketing ainda não aprenderam a fazer milagres.

"Tempo é dinheiro", dizem. Essa máxima, utilizada para demonstrar a necessidade de imediatismo, enaltece a rapidez na execução das tarefas em detrimento de um planejamento bem feito.

Eu concordo, tempo é dinheiro. Quanto mais tempo se investe, melhor o resultado, seja em lucro, seja em redução de perdas. Quanto mais tempo se investe, menos retrabalho, menos erros superficiais, menos chances de uma crise de imagem. Quanto mais tempo se investe, mais maduras são as ideias e maiores são as chances de se atingir o ponto desejado.

Planejar não significa fazer a roda parar de girar, mas buscar formas de fazer com que ela gire de modo mais eficiente.

Significa agir com mais inteligência e dispensar energia em práticas e ações mais assertivas e que irão trazer o resultado desejado sem que para isso seja preciso investir muito dinheiro em empreitadas sem nenhuma perspectiva de retorno.

Porém, para que as empresas compreendam o que um bom planejamento de marketing pode fazer por elas, elas precisam entender primeiro o que é e o que faz um setor de marketing. E que marketing, é, antes de tudo, planejamento. Quem entender isso, vai entender tudo!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento