Marcas fortes: empresas feitas para durar eternamente – Parte II
Marcas fortes: empresas feitas para durar eternamente – Parte II

Marcas fortes: empresas feitas para durar eternamente – Parte II

Talvez a habilidade mais característica dos profissionais de marketing seja a capacidade de criar, manter, proteger e melhorar uma marca. Para os profissionais de marketing o estabelecimento de uma marca é arte e a essência do marketing. (Philip Kotler)

No artigo anterior – Marcas fortes: empresas feitas para durar eternamente Parte I, no qual consta uma imagem muito legal dos Vingadores – foi visto o conceito de marca e foram citados exemplos em que as marcas estão presentes na mente das pessoas devido ao respeito com o cliente, seja por meio da emoção ou cumprimento de uma promessa.

Dito isso, começo a segunda parte deste artigo dizendo que, segundo Philip Kotler, considerado um dos principais gurus do marketing: “Talvez a habilidade mais característica dos profissionais de marketing seja a capacidade de criar, manter, proteger e melhorar uma marca. Para os profissionais de marketing o estabelecimento de uma marca é arte e a essência do marketing.”

No entanto, para construir uma marca forte e reconhecida ao negócio são necessárias que se adotem algumas estratégias de marketing, tais como: segmentação, estabelecimento de alvo, posicionamento, diferenciação e inovação, que segundo Kotler tem as seguintes características:

Segmentação de mercado – que consiste na ação de identificar e classificar grupos distintos de compradores. Por exemplo, em uma empresa automobilística podem ser identificados quatro segmentos amplos: compradores que procuram transporte básico, os que buscam alto desempenho, os interessados em luxo e os que apreciam a segurança.” (Kotler)

É possível que se o cliente precisar de um carro para deslocamentos da residência ao trabalho poderá optar por um carro básico e que tenha itens indispensáveis como direção elétrica e ar condicionado; porém, se for para ser utilizado em viagens com a família irá preferir um carro que tenha alto desempenho e segurança. Nesse caso, o cliente faz parte de três segmentos diferentes dentro da indústria – mercado automobilístico.

Estabelecimento de alvo – é a seleção de um ou mais segmentos de mercado para que a empresa possa atuar.” (Kotler)

Se, no exemplo acima, o mercado-alvo escolhido for o segmento das pessoas que apreciam a segurança, a concessionária de automóveis terá que ter em seu portfólio carros de marcas que primam pela segurança.

Posicionamento da empresa no mercado – é o ato de desenvolver a oferta e a imagem da empresa, de maneira que ocupem uma posição competitiva distinta e significativa nas mentes dos consumidores alvo.” (Kotler)

Mas, para que isso ocorra é necessário que a empresa comunique para o mercado como ela está posicionada – mostrando para os consumidores alvo os benefícios que a marca oferece.

Diferenciação – é o ato de desenvolver um conjunto de diferenças significativas para distinguir a oferta da empresa das ofertas concorrentes de seus concorrentes.” (Kotler)

É muito importante que as empresas busquem maneiras específicas de diferenciar os seus produtos e serviços para obterem uma vantagem competitiva.

Inovação – inovar não é apenas criar produtos novos e melhores, mas, também, criar melhores sistemas e novos conceitos empresariais.” (Kotler)

Para inovar se faz necessário que haja criatividade, por isso as empresas precisam contratar pessoas criativas e comprometidas.

Entretanto, para construir uma marca forte e reconhecida existem várias outras estratégias e táticas, mas, eu prefiro as seguintes, por considerar, também, muito importantes, nesta ordem: atendimento de excelência, agregar valor aos produtos e serviços, inovação e tecnologia.

Atendimento de excelência – nos dias atuais, a excelência no atendimento ao cliente é um dos maiores diferenciais competitivos do mercado e o fator principal para o crescimento das vendas e sucesso das empresas.

Agregar valor aos produtos e serviços – agregar valor é acrescentar aos produtos ou serviços ideias práticas a fim de se diferenciar daquilo que é colocado no mercado para atingir uma vantagem competitiva de modo a satisfazer os clientes.

Inovação – é a exploração com sucesso de novas ideias. As inovações geram vantagens competitivas e são essenciais para a sustentabilidade das empresas em um mercado. Um exemplo de inovação de produto é a fabricação do automóvel com direção elétrica em relação à direção hidráulica.

Tecnologia – é um termo que envolve o conhecimento técnico e científico com a aplicação deste conhecimento por meio de sua transformação no uso de ferramentas, processos e materiais criados e/ou utilizados a partir de tal conhecimento. Por exemplo, a criação de lojas virtuais pelas empresas físicas caracteriza bem a utilização da tecnologia que a internet proporciona.

Portanto, a marca e a imagem são vitais para o sucesso de um negócio; e as marcas fortes geram confiança, são lembradas e percebidas como uma marca relevante para os consumidores. A marca Marvel, por exemplo, que foi criada na década de 30, na qual, por meio da produção de gibis, fez muito sucesso com os personagens do Homem Aranha, Homem de Ferro, Thor, Capitão América, Hulk e tantos outros.

Assim, a Disney ao adquirir e fortalecer a marca Marvel conseguiu fazer com que personagens pouco conhecidos conquistassem uma nova geração de fãs e obtivesse grandes lucros com os filmes Vingadores, Homem de Ferro, etc. Por isso, que as marcas fortes faz com que as empresas sejam feitas para durar eternamente.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento