Logística reversa

O presente trabalho relata a grande importância da logística reversa nas empresas atualmente. Buscamos analisar como a logística reversa atua relacionada com a área da logística empresarial que por sua vez planeja, opera e controla o fluxo, e as informações logísticas correspondentes, do retorno dos bens de pós-venda e de pós-consumo ao ciclo de negócios ou ciclo produtivo, através dos canais de distribuição reversos, agregando-lhes valor de diversas naturezas tais como: econômico, ecológico, legal, logístico, de imagem corporativa. O principal objetivo desse artigo é dá ênfase nas vantagens da logística reversa para a sociedade e o meio ambiente possibilitando o retorno de resíduos sólidos para as empresas de origem, evitando que eles possam poluir ou contaminar o meio ambiente (solo, rios, mares, florestas, etc.). Por sua vez permite economia nos processos produtivos das empresas, uma vez que esses resíduos entram novamente na cadeia produtiva, diminuindo o consumo de matérias-primas. O grande impacto da logística reversa no mundo atual é que cria um sistema de responsabilidade compartilhada para o destino dos resíduos sólidos. Sendo assim os governos, empresas e consumidores passaram a serem responsáveis pela coleta seletiva, separação, descarte e destino dos resíduos sólidos (principalmente recicláveis)

A logística atualmente está passando por um momento muito importante dentro das organizações, pois as mesmas começaram a enxergá-la como grandes potenciais de soluções na busca do atendimento ao cliente. Sendo assim a logística tradicional dedica-se ao planejamento e execução dos fluxos físicos e de informações dos materiais que serão transformados em produtos e distribuídos aos clientes e consumidores finais.

Já em contraposição deste processo surge a logística reversa que por sua vez deve se preocupar com o planejamento e execução do fluxo inverso da cadeia de suprimentos. No passado a logística era vista do ponto de origem ao ponto de destino final dos produtos no caso dos clientes, mas com o surgimento da logística reversa este fluxo acontece do cliente para o ponto de origem, ou seja, funcionam com o retorno de materiais, produtos, peças, componentes, acessórios e todos os materiais que retornam ao processo de produção das diversas organizações ou devem ser destinados e descartados de forma segura, onde não traga nenhum risco às pessoas e conseqüentemente ao meio ambiente.

A logística reversa pode ser relacionada como uma poderosa estratégia competitiva por que antes os produtos eram simplesmente descartados no meio ambiente sendo prejudicial ao ser humano e agora passaram a ser reaproveitados e continuam no processo produtivo. Isto torna-se viável por razões econômicas e razões ecológicas, sendo assim o uso de material reciclável está cada vez mais aumentando nas empresas, por conseqüência pela sustentabilidade e legislações impostas pelo governo.

O principal objetivo da logística reversa é agregar valor aos produtos que deverão ser devolvidos ás empresas de origem, por algum motivo, seja por garantia, fim do ciclo de vida, apresentação de defeitos, término de campanhas promocionais, erro no processamento do pedido, por diversas razões comerciais e legais que tragam o produto para a sua origem para serem reaproveitados pela empresa com o intuito que os mesmo voltem para o processo de produção, diminuído os gastos com as matérias-primas.

Sendo assim a logística reversa tem como objetivo planear, implementar e controlar de modo eficiente e eficaz, o retorno ou a recuperação de produto; a redução do consumo de matérias-primas a reciclagem; a substituição e a reutilização de materiais; a deposição de produtos; a reparação e refabricação de produtos; fechando o circuito da cadeia de abastecimento de uma forma completa, sendo o ciclo logístico completo (Dias, 2005, p. 206).

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento