Liderança baseada no medo

Em momentos como este, os líderes deveriam contar efetivamente com a força da sua mão de obra, canalizando sua energia para a busca de alternativas, sem explorar o medo que há em seus empregados

Vi uma história de uma empresa que estava atravessando dificuldades financeiras e, assim, sua liderança resolveu ser transparente com seus funcionários e pediu ajuda a eles para encontrar saídas e assim conquistar novos clientes, sem perder os que já estavam sendo atendidos.

A estratégia deu certo. Os funcionários sugeriram diversas ações e não só empresa superou a fase ruim, como voltou a crescer. A liderança da empresa canalizou, de uma maneira diferente, o medo de perder o emprego de seus funcionários para a busca de soluções inovadores que pudessem tirá-la do atoleiro.

No Brasil, em épocas de crise, é comum aproveitarmos a deixa para pressionarmos os nossos colaboradores pelo resultado, não olhando para a corporação como um todo, mas para a defesa de seu próprio emprego.

"Em um período de crise, as pessoas prestarão mais atenção naquilo que você diz, pois elas estão inseguras. Você descobre a qualidade do líder durante momentos de dificuldade.". (Linda Hill - Collective Genius)

Em momentos como este, os líderes deveriam contar efetivamente com a força da sua mão de obra, canalizando sua energia para a busca de alternativas, sem explorar o medo que há em seus empregados. Sendo transparentes e objetivos, compartilhando informações e resultados, ajudando-os a entender o momento que o mercado e a economia atravessam.

Só assim é possível exigir engajamento.

Num momento de recessão, os esforços são sempre na direção da redução de custos. Entretanto, sem engajamento, pouco ou quase nenhum resultado é atingido. Daí vigora a lei da pressão para se conseguir os resultados mais rápidos, se valendo do medo de seus colaboradores em perder o emprego. Basta um pequeno sinal de melhora na economia que novas oportunidades surgirão, e se você não cuidar de seus empregados, eles o deixarão na mão.

Publicado originalmente no LinkedIn

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento