Líder: J.P. Morgan

Esse texto faz parte de uma coletânea sobre grandes líde que contará com dois artigos por semana, às terças e sextas

John Pierpont Morgan – House of Morgan

John Pierpont Morgan nasceu em 1837 no estado de Connecticut. J.P Morgan, como é mais conhecido, foi um banqueiro, financista e colecionador de arte. Seu pai era Junius Spencer Morgan, que desde criança obrigava J.P Morgan a estudar os livros contábeis e entender de dinheiro e seu real valor.

Junius sempre ensinou a J.P Morgan a fugir das concorrências para evitar riscos para seus investimentos, porém J.P Morgan não queria viver as sombras do pai. Logo, J.P Morgan procurou investimentos nunca antes realizados, como no caso da energia elétrica fruto da parceria ente J.P Morgan e Thomas Edson. A parceria entre Morgan e Edson provocou Rockefeller pois entre eles existia o “combustível” do dia a dia das pessoas. Ate aquele momento, quem tinha luz em casa era por um lampião a querosene (Rockefeller) enquanto Morgan queria levar a energia elétrica (Edson) para todo o país, a primeira casa iluminada por lâmpadas com base em energia elétrica foi a casa de Morgan. Não precisamos adivinhar quem ganhou essa disputa. E como em outra qualquer disputa, algo bom e ruim aconteceu. O lado bom dessa disputa entre o “querosene vs energia elétrica” foi a fusão entre a Edison General Electric e a Thomson Houston Electric Company, criando nada menos que a GE (General Electric). Mas não satisfeito, Morgan comprou e fundiu as empresas siderúrgicas, inclusive a de Carnegie, para formar a United States Steel Corporation (U.S. Steel).

Morgan além de financiar o governo dos EUA, sim ele financiava o governo quando os “cintos apertavam”, era ambicioso ao ponto de comprar, seja pelo preço que for qualquer companhia. Morgan pagou mais de quatrocentos milhões de dólares pela companhia de aço de Carnegie, esse valor ajustado para dois mil e doze seria da casa de quatrocentos bilhões de dólares.

Em seu portfólio de empresa, Morgan detinha nada menos que, dentre outras, a General Eletrict, American Bridge Company e AT&T.

John Pierpont Morgan morreu em 1913 na Itália com 75 anos.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento