IRMÃO - Por Fábio Lais

IRMÃO

Essa palavra tem tantos significados que pode acabar perdendo seu real significado com o passar do tempo.

Uma turma de amigos está sentada em volta de uma mesa de bar, num fim de tarde, todos rindo, quando de repente um deles estica o braço e aponta para o garçom: “Aí meu irmão, traz mais uma gelada aqui pra gente!”.

Numa manhã de domingo em frente a uma igreja, dois conhecidos chegam com suas famílias para participar do culto matinal e se cumprimentam “Bom dia irmão, tudo bem!”.

Na calçada em frente à casa noturna, a moçada vai chegando e é nessa hora que já começam as paqueras, o flerte e como se diz atualmente, a pegação. Um jovem telefona para o outro que ainda está em casa e fala: “Meu irmão, vou te contar! Tem cada avião aqui hoje que você não vai acreditar!”.

No dicionário, irmão significa: s.m. Nascido do mesmo pai e da mesma mãe. Nome que se dão entre si os religiosos e os maçons. Irmãos consangüíneos, irmãos nascidos apenas do mesmo pai. Irmãos gêmeos, irmãos nascidos do mesmo parto. Irmãos uterinos, filhos da mesma mãe, mas de pais diferentes. Irmãos colaços, os que foram amamentados pela mesma mulher, embora de mães diferentes; o mesmo que irmãos de leite. Irmãos siameses (fig.), pessoas que são inseparáveis, embora não sejam realmente irmãs.

Sempre ouço que quando alguém é muito importante na vida de outro, é “mais que irmão”.

Você tem irmãos?

Dizem que irmão a gente não escolhe!

Você gostaria de ter irmãos?

Gostaria de não tê-los?

Gostaria de pedir desculpas e perdão a um(a) irmão/ã que você feriu?

Eles moram longe ou perto?

No nosso dia a dia, a palavra irmão sempre está associada a alguém que gostamos ou estamos querendo trazer pra perto de nós.

É bom ter irmãos para ter com quem brincar na infância.

Melhor ainda é ter irmãos para a cumplicidade da adolescência. Dividir os segredos. Ter alguém para contar o que está acontecendo.

Os irmãos mais velhos podem servir como referência ou até ocuparem o papel de pai e mãe quando estes se tornam ausentes.

Os irmãos mais jovens são aqueles que por um tempo são explorados (tem que buscar tudo, arrumar a bagunça, levar a culpa), mas que também simbolizam a primeira grande lição sobre responsabilidade que o ser humano passa durante a vida.

Mesmo brigando, se amam!

Mesmo se amando, brigam!

Podem ser poucos ou muitos. Podem ser só meninos, só meninas ou casais. Temporão, “rapinha do tacho”. Podem ser gêmeos ou às vezes extremamente diferentes física e emocionalmente.

Quando os pais nos deixam, são os irmãos que ficam e nos acompanham por quase toda a jornada da vida.

Você tem valorizado sua relação com seus irmãos?

Se irmão simboliza alguém que queremos tratar bem, porque não então amarmos ainda mais àqueles que vieram ao mundo tão perto de nós?

Dias atrás eu e meu irmão voltamos a jogar bola juntos. Entre a molecada do condomínio onde eu moro, voltamos a ser criança e reviver bons momentos. A idade e os quilos a mais realmente atrapalharam, mas entre respirações ofegantes, tombos e muita correria, foi possível recordar o jeito que um batia na bola, o jeito que o outro reclama, as expressões faciais, enfim, lembrar que o irmão de ontem, continua vivo no irmão de hoje.

Contrário a este cenário, vejo minha irmã caçula iniciando sua carreira profissional a menos de um mês e festejando o seu primeiro salário. Em breve, estará recebendo o diploma na formatura do curso de Farmácia Bioquímica. Continua doce, meiga e agora, aplicada. A menina de ontem continuará viva na mulher de amanhã.

Você leitor(a), restabeleça ou intensifique o contato com seus irmãos!

Sonho de pai e mãe é ver os filhos vivendo como amigos, como irmãos!

Relembre bons momentos vivendo mais próximo a eles.

Observe como pode haver muito de você neles e vice versa.

Enfim, lembre-se que esta é uma coluna de qualidade de vida e que não é somente com exercícios físicos e alimentação adequada que você conseguirá essa qualidade.

Uma pessoa forte, saudável, que se alimenta bem, não poderá ter qualidade de vida se estiver triste, magoada, amargurada, solitária, com saudade, enfim, sem paz.

Para obtermos qualidade de vida, além do físico, tudo precisa andar bem, principalmente, a cabeça, a consciência, o espírito e o coração.

Dedico este texto a Ricardo e Marília. Tenho orgulho de tê-los como meus irmãos. Não os trocaria por nada. Se fosse necessário nascer de novo, pediria a Deus para ter os mesmos pais e ser irmão de vocês novamente.

Abraços, saúde e sucesso!

Fábio R. Lais

www.turnoverconsultoria.blogspot.com

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento