In (verdades) nas redes sociais: mídia para ser consumida de forma seletiva

Mesmo nas horas de descontração, é bom estar atento ao que você lê, interpreta, consome e compartilha

Aos adeptos, é importante questionar: Você utiliza algum tipo de filtro durante as leituras e impressões de qualquer conteúdo nas redes sociais? Antes de produzir ou reproduzir qualquer tipo de informação, você verifica a veracidade do conteúdo?

Mesmo nas horas de descontração, é bom estar atento ao que você lê, interpreta, consome e compartilha.

Sabe aquele link interessante que seu amigo compartilhou? A informação de última hora publicada por um familiar? Ah, até mesmo aquele seu último post que ‘viralizou’ na rede?

Ao ler (ou repassar) todo e qualquer conteúdo intelectual, você geralmente se pergunta: Qual é a fonte desta informação? Houve checagem deste fato? Essa postagem realmente discorre a realidade dos acontecimentos?

Vale a pena inclusive ir além, questionando: Ao fazer uma publicação, estou me preocupando com a disseminação de uma notícia que pode ser mentirosa? Qual seria a repercussão de uma informação falsa veiculada por mim?

A Teoria Hipodérmica, surgiu juntamente com o termo “sociedade de massa” por volta do ano de 1930, nos Estados Unidos.

Esta teoria de comunicação de massa defende que o ser humano da sociedade moderna se encontra em um estado de alienação crítica e que, ao receber todo e qualquer tipo de mensagem, será atingido sem nenhuma interferência ou resistência pessoal.

Assim, entende-se que os meios de comunicação são capazes de manipular as pessoas, já que o estímulo dado tinha necessariamente a resposta esperada.

Por meio desta teoria, que foi idealizada antes mesmo do ‘boom’ das redes sociais, conseguimos dimensionar toda a responsabilidade assumida pelos autores de informações veiculadas em massa, sejam ela nas redes sociais, blogs ou ainda em outros veículos de comunicação tradicionais, como televisão, revistas e jornais.

E é claro, que não mencionaremos aqui a responsabilidade civil e/ou criminal assumida juridicamente também no momento da publicação.

A partir de agora, que tal manter ativo o seu filtro intelectual durante o consumo de informações por meio de uma leitura analítica, selecionando o que você vai incorporar e o que vai descartar?

ExibirMinimizar
aci baixe o app