Inovação e competitividade de produtos e serviços como diferencial no mercado de atuação.

Compete as organizações saberem inovar, para isso torna imprescindível sabermos o conceito de Inovação que está relacionado a tornar algo novo, diferentemente de Invenção que trata de criar e/ou descobrir

Fundamentado no atual momento econômico do país, torna ainda mais necessário que as empresas procurem e desenvolvam atividades inovadoras, afim de serem mais competitivas junto ao seu mercado de atuação, este caracterizado por clientes cada vez mais exigente, questionador, bem informado e que mudam rapidamente de comportamento.

Compete as organizações saberem inovar, para isso torna imprescindível sabermos o conceito de Inovação que está relacionado a tornar algo novo, diferentemente de Invenção que trata de criar e/ou descobrir, muitas pessoas confundem no que diz respeito ao significado, salientando que não há uma receita para a Inovação, mas, um caminho que se inicia nos princípios de renovar, restaurar, introduzir novidade, fazer algo como não era feito antes.

Ter uma Administração voltada para o clientes, entender o perfil e comportamento, os motivos que levam a comprar, adotar estratégias coerentes com o mercado, buscar novos meios de divulgação dos produtos a serviços, a maneira como vemos e interpretamos os indicadores econômicos conforme já mencionei em artigos anteriores, são essenciais para se ter competitividade.

Grandes empresas como a Samsung e a Coca-Cola, são exemplos de inovação, por meio, da UHD TV, tendo dois diferentes formatos de vídeos digitais, sendo as resoluções limites para um televisor doméstico, devido as limitações do olho humano. E a Coca-Cola Life, que recebe este nome por possuir em sua composição menos calorias que a versão atual, sendo composta de açúcar e adoçante. O produto já está sendo comercializado no Chile Argentina e Reino unido, porém no Brasil devido a um decreto existente no Ministério da Agricultura proíbe a associação de açúcar e edulcorantes em bebidas não alcoólicas, com exceção de preparados sólidos para sucos, isto é, podemos dizer que ambas empresas tornaram algo novo com um produto já existente, caracterizando-se inovação.

No mercado atual, nos deparamos com barreiras referentes a Inovação entre elas: Variáveis culturais, situação Econômico- Financeiro, Modelo de Gestão da Inovação e Gestão do conhecimento.

Nas variáveis Culturais, podem ser visualizadas culturas conservadoras sem espaço para inovar e prioridades das empresas voltadas para curto prazo. No Econômico- Financeiro, tem questões referentes a falta de patrocínio e incentivo interno para ideias inovadoras, como também a escassez de fontes apropriadas para financiamento. No que se refere a Modelo de Gestão da Inovação em algumas situações torna-se até perceptível a ausência de processos internos claros e eficazes para a aprovação e desenvolvimento de projetos inovadores, ausência de canal aberto para debater críticas e sugestões apresentadas pelos colaboradores e falta de comunicação interna efetiva sobre metas e objetivos dos projetos empresariais para os colaboradores. Quanto a Gestão do Conhecimento que possui como cerne a capacitação profissional, ainda deparamos com a falta de informação sobre o Mercado e tecnologia, Escassez de recursos humanos capacitados para o desenvolvimento de projetos e a falta de estrutura que permite identificar e incorporar conhecimentos externos.

Diante dos exemplos e das situações apresentadas é fundamental aos Gestores entenderem o Impacto da Inovação no negócio, está que contribui para uma melhor sustentabilidade financeira da empresa, e aumento das capacidades das empresas sobre produtos, serviços, pessoas e marcas.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento