Importação: por que vale a pena visitar seu fornecedor na China

Se você quer ter sucesso importando da China, é vital fazer um investimento para visitar seus potenciais fornecedores chineses, para estabelecer uma conexão pessoal e profissional com as fábricas, além de avaliar a seriedade e confiabilidade dos potenciais fornecedores

Visitar a China não é uma tarefa fácil. 30 horas de vôo. Cultura, língua, comidas muito diferentes do Brasil. Poluição. Entretanto, é uma tarefa vital para qualquer importador que deseja fazer negócios com a China, para estabelecer familiaridade com seu fornecedor, entender como ele opera e como seus produtos são realmente fabricados.

É normal para muitos importadores de longa data fazerem visitas rotineiras aos seus fornecedores internacionais. A lógica é não apenas para negociação de novos negócios ou disputas, mas para estreitar o relacionamento com as fábricas.

Para importadores iniciantes, que estão apenas começando, fazer uma visita ao fornecedor potencial é muito importante para estabelecer a seriedade do projeto de importação para o Brasil. A Hosun do Brasil já presenciou várias vezes uma mudança de atitude das fábricas chinesas em relação a um pedido de compra após uma visita do importador a China.

Antes da visita, a empresa chinesa vê seu pedido apenas como mais um entre centenas, um lead que veio pelo website da empresa ou pelo Alibaba como muitos outros que aparecem todos os dias, que está fazendo uma pesquisa de preços com ele e os outros concorrentes, cujo contato é feito apenas por telefone, Skype ou email. Porém depois que uma visita é marcada, o modo como eles tratam seu pedido muda – pois o importador demonstra que ele está disposto a investir tempo e dinheiro para finalizar o negócio, para vir a China e finalizar os detalhes da compra.

É claro, ainda há fábricas na China que não mudam sua atitude apenas por causa de uma visita – normalmente são fábricas que já estão com as linhas de produção cheias, que não necessitam de mais negócios, demonstrando que seu pedido potencial não é de interesse da empresa, não é importante para eles; neste caso, você como importador deve avaliar se este fornecedor é um bom fit com a sua empresa e se outras opções devem ser consideradas.

O normal entretanto é os fornecedores agradecerem muito pela sua visita e fazerem todo o possível para ajudar na programação e logística da visita. Se um fornecedor potencial se recusar a marcar uma visita, mesmo em curto prazo, deve-se tomar cuidado, pois pode haver algo errado com a linha de produção ou com a legitimidade da empresa.

Ao visitar a empresa, o importador consegue reconhecer o interesse da fábrica, avaliar o conhecimento dos seus funcionários sobre o mercado pessoalmente, e analisar documentos pertinentes ao pedido, ao mesmo tempo estabelecendo um vínculo pessoal com os seus fornecedores.

Mas não apenas para estreitar ou estabelecer familiaridade, uma visita não está completa sem uma olhada no chão de fábrica do local onde será produzido seus produtos. Sua visita não deve ser limitada ao escritório ou sede da empresa na China, ou apenas aos jantares que o seu fornecedor invariavelmente irá levá-lo, mas também ao local onde será mesmo fabricado os produtos do seu pedido.

Analisando a linha de produção, você pode confirmar se a empresa é um parceiro adequado para seu projeto de importação, podendo avaliar o estado das máquinas, a organização dos funcionários, as condições de trabalho, número de funcionários, se a linha está produzindo, etc.

Assim, é vital fazer um investimento para visitar fornecedores na China, seja para importadores experientes ou para quem esteja apenas começando. Não que seja preciso ir a China todos os meses, ou ter alguém da empresa todos os dias no chão de fábrica – os custos seriam proibitivos. Porém ainda sim há muitas vantagens em visitar seus fornecedores com uma frequência anual, para estabelecer uma conexão com as fábricas, além de avaliar a seriedade e confiabilidade dos potenciais fornecedores.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento