Homenagem à mulher especial, que não precisa de dia internacional

A mulher real não precisa de um dia internacional. Se a palavra de ordem é igualdade, e o homem não tem um dia universal, cada dia da mulher deveria ser especial

A mulher real não precisa de um dia internacional. Se a palavra de ordem é igualdade, e o homem não tem um dia universal, cada dia da mulher deveria ser especial.

Seria uma forma mais justa de lembrar aquela que não aceita o lugar politicamente correto na sociedade de plantão, nem as repetitivas frases de efeito - e também de ocasião. Que enfrenta a pressão, com decisão. Que domina, com o piscar, a arte de conquistar. Que sabe seduzir como ninguém quando quer convencer alguém.

No constante equilibrar, o ponteiro dispara e ela não para. É hora de unir a dedicação e a coerência, para solucionar diariamente a pendência e manter a deslumbrante aparência. Que roupa usar? Simples: jovial para o social, formal para o profissional. Mas, no caso dela, só depois de muito experimentar. É de impressionar: para isto o relógio caminha em total harmonia! Quem diria... A esteira, só a partir de segunda-feira. Já a dieta, é constante obrigação, a balança nunca tem razão. Ir ao shopping, só para passear, lá nunca há nada para comprar. Para ela, certamente uma diversão; para o homem, impaciência e incompreensão.

A mulher em questão quer carinho, riso e atenção. Desde pequena, se espelha na boneca companheira, sonha em gargalhar com o príncipe encantado e planeja o "happy end" cinematográfico: "e viveram felizes para sempre".

Na aparente contradição, o sorriso com o primeiro choro; as lágrimas com o inesquecível amamentar. No incontrolável sentimento de proteção, educar é prioridade; pronunciar o "não" é uma desafiadora complexidade. Não pode vacilar, limite tem que dar. E só com o exemplo é possível ensinar.

Para ela, não basta interromper o jogão, tem que ser exatamente na magia do gol, no instante da rede balançar. É quando justamente precisa de ouvidos para suas urgentes histórias contar... Com a melhor intenção, desejo de atenção, no meio da empolgação... Complicado argumentar. Ela se comunica no olhar, no tocar e no silenciar. Com doçura e sensibilidade. Procurando, na cumplicidade, a reciprocidade intensificar.

Mais importante do que instituir um dia oficial, é transformar cada dia em excepcional. É tirar total proveito de cada momento. Agradecer que foi o eleito e retribuir com o merecido e incondicional respeito.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.