Gestor x Tipo de liderança
Gestor x Tipo de liderança

Gestor x Tipo de liderança

"Ato ou efeito de comandar, dirigir, assumir controle de uma situação, estar à frente, mandar, servir, ajudar, obter resultados."

“Não sou chefe, sou um líder”

Mas o que é ser um líder? Você sabe qual o seu perfil de liderança? Vamos falar um pouco desse tema tão discutido hoje em dia, mas antes, veja um breve conceito da palavra Liderança:

“Ato ou efeito de comandar, dirigir, assumir controle de uma situação, estar à frente, mandar, servir, ajudar, obter resultados.”

Para identificar cada tipo de liderança, foi realizada uma pesquisa pelos especialistas americanos David Rooke e William Torbert, que detectou sete perfis de liderança.

Esses sete perfis são: Expert, Realizador, Diplomata, Individualista, Oportunista, Estrategista e Alquimista.

Expert

Característica: exerce o controle por meio de seu conhecimento e é extremamente racional.

Ponto forte: é perfeccionista, seguro e tem grande capacidade de aprendizado.

Ponto fraco: dificilmente ouve os subordinados.

Realizador

Característica: focado na estratégia da empresa e nas demandas do mercado.

Ponto forte: é obcecado por cumprir metas; sabe reconhecer o desempenho dos subordinados.

Ponto fraco: seu pragmatismo pode inibir a criatividade da equipe.

Diplomata

Característica: evita choques com chefes e subordinados. É colaborador e segue os protocolos da empresa.

Ponto forte: mantém a equipe coesa e é um ótimo mediador de conflitos.

Ponto fraco: é lento na tomada de decisão, se ela pode gerar a insatisfação dos colegas.

Individualista

Característica: é o alpinista corporativo. Só pensa em promoção.

Ponto forte: tem uma percepção diferenciada do negócio.

Ponto fraco: costuma capitalizar o esforço coletivo a seu favor.

Oportunista

Característica: quer levar a melhor em tudo, é centralizador, egocêntrico e manipulador.

Ponto forte: é bom para apagar “incêndios”.

Ponto fraco: vê os colegas como concorrentes ou meros auxiliares.

Estrategista

Característica: é eficiente em orientar a equipe num ambiente de mudança constante.

Ponto forte: possui aguçada percepção para enxergar tendências e propor transformações.

Ponto fraco: resistente às mudanças, não se dá bem com profissionais que pensam.

Alquimista

Característica: tem enorme facilidade para lidar e resolver vários problemas ao mesmo tempo.

Ponto forte: sabe lidar com as prioridades imediatas sem perder de vista as de longo prazo.

Ponto fraco: tem pouca tolerância com aqueles que não conseguem acompanhar sua velocidade.

E aí, conseguiu se identificar em algum perfil ou com vários? Qual o ideal?

Todos os sete perfis identificados na pesquisa dos americanos David Rooke e William Torbert são perfeitos para cada situação vivida dentro do ambiente de trabalho.

Os gestores precisam entender e ter a flexibilidade de tirar de cada um desses perfis um ponto positivo e um ponto negativo, só dessa forma o gestor conseguirá se modelar para ser o líder que a equipe deseja e precisa. Mas o que a equipe precisa? A equipe não tem influência no perfil do seu líder?

Na maioria das vezes sim, não é o indivíduo gestor que precisa se modelar a um perfil para se tornar um grande líder, mas sim entender, compreender e aprender com a sua equipe para encontrar o denominador comum nesses perfis apresentados para liderar.

A equipe define o perfil de liderança, os anseios, as suas dificuldades e deficiências, cobranças e metas que devem definir o melhor perfil ou a mescla dos setes perfis apresentados.

Observar a equipe e, a partir daí, definir o perfil de atuação é o ideal para liderar da melhor forma, de acordo com a característica dos liderados.

Um item que ajuda e colabora com o gestor para definir esse perfil com os seus liderados é todos terem o entendimento completo da empresa quanto à sua Missão, Visão e os Valores.

Agradeço a colaboração nesse artigo do amigo, professor e advogado Peres Kreitchmann.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento