Geração milênio frustrada com sua carreira e com o futuro
Geração milênio frustrada com sua carreira e com o futuro

Geração milênio frustrada com sua carreira e com o futuro

Com o desemprego batendo à porta, brasileiros entre 20 e 30 anos, que fazem parte da chamada geração milênio estão preocupados com sua carreira.

A primeira vez a gente nunca esquece, e este, está sendo o caso dos jovens nascidos no final das décadas de 80 e 90, mais conhecidos como “geração do milênio”, que estão vivenciando a sua primeira crise no pais. E podemos dizer que esta seria uma crise dupla, enfrentando um cenário de forte recessão econômica e um pedido de impeachment da Presidente da República. Quando Fernando Collor deixou a presidência por impeachment em 1992, muitos dessa geração ainda eram pequenos.

Acostumados com uma vida em um país com a inflação baixa, renda e consumo em alta e a escassez de gente para preencher postos de trabalho, até então essa geração viveu a fase do pleno emprego. E hoje, vivendo em um cenário totalmente inverso de suas infâncias, esses jovens que até então priorizavam a realização pessoal ao procurar um trabalho e não pensavam duas vezes antes de se arriscar em novos projetos, estão reavaliando prioridades e adiando alguns sonhos. Além do que, a maioria já começa a se deparar com o desemprego.

Segundo uma matéria publicada no portal UOL no dia 19 maio de 2016, a taxa de desemprego entre a população que está entrando no mercado de trabalho (faixa etária ente 18 e 24 anos), foi de 24,1% no primeiro trimestre de 2016. É mais que o dobro da taxa geral de desemprego para o período, divulgada no final do mês passado, que foi de 10,9%.

A estudante Bianca Nasser, de 24 anos, cursa Arquitetura e Urbanismo na PUC – Campinas e está em seu último ano de faculdade. Trabalha como estagiária em um escritório de arquitetura da região onde mora e ocupando esse cargo já está vivenciando o quão difícil é a sua área de atuação, ainda mais para uma profissional que pretende abrir o seu próprio escritório futuramente. Dessa forma, perante a crise que estamos vivendo, Bianca decidiu ser consultora de produtos de beleza para complementar sua renda e assim conciliar com os estudos e seu estágio.

Esta situação que estamos vivenciando atualmente - com o aumento do desemprego e a falta de oportunidades para estudantes e jovens recém-formados - tem feito com que jovens procurem trabalhos informais,

Mas não se desesperem! O que devemos fazer é manter a calma. Abaixo terá algumas dicas para que vocês jovens possam enfrentar essa fase complicada.

Sejam positivos, não desanimem, se você não foi chamado para uma vaga na qual se candidatou ou não obteve resultado de um currículo enviado, não perca as esperanças, isso acontece. O que importa é que mantenha o pensamento positivo sempre e continue a sua busca. Lembre-se que a hora certa chega para todos e que se não deu certo ainda para você, significa que sua oportunidade de ouro está por vir. Mas para manter-se sempre motivado reserve um tempo para você por dia e faça algo que goste.

Aumente seu networking, faça novos contatos, amizade é legal e todo mundo gosta. E não basta termos somente o grupo de WhatsApp de colegas de faculdade onde só enviam mensagens de bom dia e vídeos engraçados. Tenha um contato de algum professor, participe de feiras, palestras e venda seu produto, ou no caso, a sua imagem. Pode ter certeza que irá conhecer alguém que valha a pena se relacionar e ser benéfico à sua carreira.

Faça novos cursos para aprimorar a sua carreira, hoje em dia existe uma lista de diversos sites que oferecem cursos online e gratuitos como, por exemplo, a FGV. Além de aprimorar o seu currículo e engrandecer seu conhecimento, você sempre terá um plano B caso precise.

Mantenha-se ocupado sempre, uma das piores coisas neste caso é você ficar largado em casa. Lembre-se de que um corpo em repouso tende a permanecer em repouso. Faça voluntariados, trabalhos freelancers, pratique exercícios, ficar parado não é nada positivo.

Não se limite às buscas de um único emprego, se você filtrar demais acabará diminuindo suas chances de encontrar. Pense grande, atire para todos os lados de sua área, ainda não é hora de escolher uma área especifica pois você está em processo de amadurecimento profissional.

Do resto é saber esperar, e aproveitar ao máximo as oportunidades que tem de adquirir conhecimento.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento