Fundamentos da Excelência II

Na semana passada abordei sobre os quatro primeiros fundamentos de excelência que norteiam os pressupostos que a Fundação Nacional da Qualidade entende como cruciais para que uma empresa tenha um sistema de gestão considerado como excelente: visão sistêmica, aprendizado organizacional, proatividade e inovação. Continuo, hoje, com os demais fundamentos. Como quinto fundamento temos a Liderança e constância de propósitos, que consiste no comprometimento dos líderes com os valores e princípios da organização e, também, na capacidade de construir e implementar estratégias e um sistema de gestão que estimule as pessoas a realizar um propósito comum e duradouro. Com este princípio deseja-se incutir a necessidade não apenas de planejar, mas de manter a empresa no planejamento proposto. Visão de futuro é a compreensão dos fatores que afetam o negócio e o mercado no curto e no longo prazo, permitindo o delineamento de uma perspectiva consistente para o futuro desejado pela organização. Novamente o planejamento é crucial para este fundamento, dado que por meio das técnicas de elaboração do planejamento estratégico pode-se realizar um scanning ambiental e ampliar a percepção do futuro e tornar a empresa adequada ao que foi predito. O cliente tem sempre razão! Nem sempre. Mas ter foco no cliente e no mercado o sétimo fundamento é uma verdade inexorável. Assim, conhecer e entender o cliente e o mercado, visando à criação de valor de forma sustentada para o cliente e maior competitividade da empresa nos mercados é crucial. Ainda, como oitavo fundamento temos a responsabilidade social - que é a atuação baseada em relacionamento ético e transparente com todos os stakeholders, visando ao desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos ambientais e culturais para futuras gerações, respeitando a diversidade e promovendo a redução das desigualdades sociais. Na próxima semana finalizamos os fundamentos de excelência abordando a gestão baseada em fatos, valorização das pessoas; abordagem por processos e orientação para resultados. Claudio Marlus Skora é administrador, economista e mestre em Administração de Empresas. Entre em contato com suas colaborações, críticas e dúvidas: claudio_skora@hotmail.com Esta coluna foi publicada originalmente no Jornal Hora H de Curitiba no dia 01 de junho de 2006.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.