Fundamentos da Excelência I

A Fundação Nacional da Qualidade ( http://www.fpnq.org.br/ )promove todos os anos a premiação de empresas com os melhores sistemas de gestão do país atribuindo o Prêmio Nacional da Qualidade. No ano de 2005 foram premiadas ou finalistas as empresas Companhia Paulista de Força e Luz, Petroquímica União, Serasa e Suzano Petroquímica. Estas empresas foram reconhecidas por possuírem como premissa de gestão alguns fundamentos considerados como cruciais para uma excelente administração e que expressam conceitos que se traduzem em práticas encontradas em organizações de elevado desempenho. Ao todo são doze fundamentos que serão apresentados nesta nas próximas semanas. O primeiro fundamento é a Visão sistêmica, ou seja, o entendimento das relações de interdependência entre os diversos componentes de uma organização, bem como entre a organização e o ambiente externo. Neste sentido uma organização deve conhecer muito bem não apenas seus processos internos, mas também a forma de integração destes com os agentes externos a empresa tais como sociedade, fornecedores, clientes e outros stakeholders. O segundo fundamento consiste no aprendizado organizacional, ou seja, a busca e alcance de um novo nível de conhecimento, por meio de percepção, reflexão, avaliação e compartilhamento de experiências, alterando princípios e conceitos aplicáveis a práticas, processos, sistemas, estratégias e negócios, e produzindo melhorias e mudanças na organização. Para tanto, a empresa deve criar um ambiente de troca de experiências contínuo para que todos possam colaborar no sentido de aumentar o conhecimento na empresa. Como terceiro fundamento tem-se a proatividade, que consiste na capacidade da organização de se antecipar às mudanças de cenários e às necessidades e expectativas dos clientes e das demais partes interessadas. Uma organização pró-ativa antecipa os problemas que possam surgir decorrentes de mudanças no ambiente social, político, econômico e tecnológico. Característica de excelentes empresas, também, é a inovação, o quarto fundamento de excelência em gestão. Inovar consiste na implementação de novas idéias geradoras de um diferencial competitivo, ou seja, surpreende o mercado com inovações de maneira constante. Na próxima semana continuarei comentar sobre os fundamentos de excelência. Claudio Marlus Skora é administrador, economista e mestre em Administração de Empresas. Entre em contato com suas colaborações, críticas e dúvidas: claudio_skora@hotmail.com
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.