Funcionários só trazem dor de cabeça?

Como você vê a sua equipe? Os seus colaboradores?

Olá, Líder! Tudo bem?

Como você vê a sua equipe? Os seus colaboradores?

Tenho escutado constantemente a seguinte afirmação: Funcionários só trazem dor de cabeça! Resolvi escrever sobre isso.

Sempre que possível, trarei nos meus artigos temas com base no que tenho vivenciado atualmente, certo de que será importante para todo e qualquer líder na atualidade, pois poderemos tratar de ferramentas, competências, habilidades e comportamentos a serem desenvolvidos (as) no momento, e até mesmo, crenças que limitam o líder a ter maiores resultados.

Entrando no contexto da frase que ouvi (Funcionários só trazem dor de cabeça), fico me perguntando quantos gestores, gerentes, coordenadores, supervisores, ou seja, líderes, fazem essa afirmação diariamente.

Quando a frase foi dita pela última vez estes dias, perguntei: Esses mesmos funcionários que trazem dor de cabeça, não são também os que fazem sua empresa crescer? Como será melhor você enxergá-los? Como colaboradores que contribuem para o crescimento da empresa, ou como pessoas que só trazem preocupações? Não houve resposta imediata, mas após alguns segundos veio a resposta e senti que já houve uma pequena alteração na suposta crença limitante daquele líder.

Crença limitante? É! Foi isso que senti. Percebi durante a conversa que em outros momentos esse gestor deve ter escutado essa frase por muitas vezes, ou passou por algumas situações desafiantes com os colaboradores em outras experiências profissionais, e foi enraizando nele a crença de que “O ser humano é difícil”, ou “Funcionários só trazem dor de cabeça”.

Perguntei a ele: Mas, se a empresa tem resultados positivos, com certeza eles foram construídos com a importante e imprescindível colaboração dessas pessoas, certo? Sim! Respondeu ele. E continuou: Mas, é que tem horas... Voltando a falar das coisas negativas da equipe.

Temos uma tendência enorme a focar no negativo. E foco é foco! Se você focar no negativo é ele que vai se expandir, mas se focar no positivo é isso que vai aflorar. Uma equipe sempre terá pontos fortes e pontos a melhorar, sempre terá habilidades e comportamento a serem trabalhados e potencializados.

Mas não será sempre melhor eu tratar minha equipe como: AS PESSOAS QUE FAZEM MINHA EMPRESA CRESCER, ao invés de: As pessoas que só me trazem dor de cabeça? Imagina você acordando para trabalhar e disparando: Vou para empresa ver como está aquela equipe que só me traz dor de cabeça. E se a frase fosse essa: VOU PARA EMPRESA VER COMO ESTÁ A EQUIPE QUE CONTRIBUI PARA O CRESCIMENTO DO MEU NEGÓCIO.

Lembra da “Teoria dos Potes” citada no artigo Liderando a si mesmo? Se não leu, corre lá no blog e dá uma olhada. Encher o Pote da Positividade deixará o teu dia bem melhor.

Quando afirmo que minha equipe não traz bons resultados ou não traz coisas boas, preciso entender que eu sou o responsável maior por isso. É muito fácil “jogar a culpa” nas pessoas. Um líder precisa ter a “Autorresponsabilidade” como grande aliada. O que eu como líder estou deixando de fazer? O que preciso desenvolver (competência, habilidade, comportamento)? Se a minha equipe já não corresponde mais, onde estou deixando a desejar como líder? TUDO SOBE E TUDO CAI POR CAUSA DO LÍDER (John C. Maxwell). Não se engane!

Muitas vezes o nosso sonho como profissional é ser reconhecido dentro de uma corporação. Para alcançar esse objetivo, não economizamos esforços: investimos em capacitação, fazemos hora extra, procuramos sempre ser proativo e inovar, com práticas que contribuam para o crescimento da empresa. Naturalmente, esperamos como prêmio ser promovido de função. Muitas vezes, é alçado ao cargo de chefia quando menos espera. No entanto, mais importante que chegar ao topo, é preciso refletir: será que estou preparado para ser um líder? A pergunta pode parecer tola, mas a posição exige muito mais que alguém para dar ordens. Na hora de conduzir um grupo, é preciso ir além, e não só delegar atividades. Chegar ao topo sozinho, não fará de você um grande líder!

Onde você tem colocado sua energia como líder? Você tem escutado seus liderados? E os feedbacks, você tem feito? Como pessoas podem evoluir se não recebem retorno sobre o que precisam melhorar?

AVANTE!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento