Franchising – tecnologia e relações humanas

Este artigo propõe uma reflexão sobre a evolução tecnológica e a importância do aperfeiçoamento das relações humanas para manter o sucesso dos negócios replicados pelas unidades de franquias

O sistema de franchising no modelo que conhecemos hoje envolvendo a cessão dos direitos patrimoniais da marca e o repasse de "know-how" dos franqueadores para os franqueados, nasceu após a segunda-guerra mundial.O governo dos EUA promoveu o incentivo ao empreendedorismo por meio do franchising aos ex-combatentes que voltavam para casa, muitas vezes mutilados e sem expertise para se inserir no mercado de trabalho normal.

Desde então o franchising veio se tornando um símbolo do empreendedorismo em todo o mundo. O nascimento e a rápida penetração deste modelo de negócios nos Estados Unidos e no mundo coincidem com a aceleração da inovação tecnológica que vem transformando de forma radical a vida humana.

As inovações tecnológicas permitiram que o sistema de franquias conseguisse com mais facilidade replicar suas metodologias, seus sistemas de controles, seus valores e também suas culturas para a rede de franqueados. A tecnologia acelerando a comunicação e possibilitando o acesso à informação encurtou as distâncias, derrubou barreiras econômicas e transformou de modo profundo a sociedade.

A sociedade vem desde a década de 50 se reorganizando em resposta a esse desenvolvimento tecnológico acelerado e nesse contexto surge a prestação de serviços como grande diferencial percebido pelo consumidor.

Os gestores das redes de franchising devem ficar atentos à qualidade da prestação de serviços praticada por seus liderados ( franqueados), pois não obstante às diferenças culturais existentes em cada região no Brasil e em cada país, a qualidade da prestação de serviços é que dá a tônica de sucesso de cada unidade de franquia. Neste caso, dentre as características desejadas de cada gestor de franquia está a percepção de como lidar melhor com as necessidades e desejos da clientela. Quanto mais se dispõe de tecnologia para impulsionar os negócios, mais os empreendedores devem buscar o aperfeiçoamento das relações humanas.

O Ser humano vem se tornando cada vez mais urbano e por isso é fortemente influenciado pelas melhores referências globais. Assim sendo, compara com facilidade os serviços prestados pelos parques da Disney ( referência mundial em prestação de serviços ), com os serviços de uma pequena franquia de Pet Shop instalada no interior de São Paulo. As boas referências ficam guardadas no inconsciente e passam a ser desejadas nos diversos contextos de vida do Ser humano. Os estudos de neuromarketing estão aí para provar isso.

As convenções anuais de franqueados devem tratar cada vez menos de lançamentos de novos produtos, de novas tecnologias e de campanhas de incentivo às vendas, para fortalecer o aperfeiçoamento das relações humanas oferecendo técnicas e ferramentas inovadoras.A boa percepção do cidadão que está sendo atendido na hora da compra vale mais que um produto de alta tecnologia super bem exposto no cenário produzido pelo visual merchandising.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento