Flexibilidade, relacionamento amigável, sucesso garantido!

Ser flexível, tolerante, compreensivo, não são sinônimos de tolo, "sem pulso" ou desinteressado. O mar fica um estágio abaixo para engolir os rios. Com "jogo de cintura" você resolve os maiores dilemas de sua empresa, agrega amigos e cresce profissionalmente.

Flexibilizando o contato, a solução de problemas

"Para bem guardar os segredos dos seus negócios, deve ter você como o guardião!"


Uma das grandes qualidades do profissional de alto impacto é a flexibilidade. É primordial ser flexível nas divergências, nas opiniões, na implementação de uma ideia que pode ter variadas aplicações. Negativas de propostas, sugestões ou ideias, sem uma análise prévia abalizada devem ser refutadas, assim como concordâncias, simplesmente para agradar o oponente não é conduta inteligente. Há que ter-se flexibilidade para aceitar ou recusar, tendo como ponto referencial o bom senso, uma visão momentânea e futura de viabilidade econômica do que está sendo proposto. É também importante ter afabilidade no trato, ser maleável, cordato. E, inegavelmente, nos dias de hoje são qualidades que destacam e referendam o profissional.


Assim, especialize-se nesse tema. Ante qualquer desassossego, respire fundo, acalme-se, reflita. Quando nos perturbamos, perturbam-se todos à nossa volta. A brandura é companheira que anda sempre de braços dados com a paz.


Você, que objetiva o sucesso, seu, da sua empresa ou até mesmo do seu país, deve ser flexível no entendimento e ter a amizade como baluarte. Não pense em resistir, marcar posição e não ceder. Mudanças são importantes para dinamizar o processo existencial e mesmo o processo produtivo. É impossível alcançar o sucesso com rispidez, displicência, imprudência ou deixar que a intransigência atrapalhe as inter-relações. Embora o provérbio diga que “negócios são negócios, amizades à parte”, não se deve destruir a amizade para construir lucros. Nem se perder lucros para privilegiar amizades. Pense que o sucesso é uma soma de pequenas ações, humanas e materiais, corretas, firmes e bem coordenadas.


Ser flexível não é sinal de fraqueza ou mera concordância para agradar os outros. É uma estratégia, pois às vezes concordar com o que discorda é uma forma de, lá na frente, ter a chance de abraçar a vitória de todo o time


Se você comanda, exerça um comando diligente, atuante, participativo, que delega tarefas, orienta e cobra resultados. Se for o caso, reavalie sua forma de planejar e mude o que for preciso mudar para melhorar e adaptar-se às necessidades do ambiente. Mas o faça com flexibilidade, ouvindo os opostos num clima de amistosidade, preocupado em passar lições e também aprender; lições de trabalho, vida e cidadania!

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.