Café com ADM
#

Fim de ano, momento de grande motivação...

Por Sonia Jordão

Motivação é o motivo para a ação. A força e energia interior de cada pessoa são despertadas quando se precisa satisfazer uma das quatro necessidades básicas: viver, amar, aprender ou deixar um legado.

Cada pessoa percebe o mundo à sua maneira. Daí é necessário dar uma parada e pensar, relacionar o que gostariam de fazer, descobrir os objetivos mais íntimos.

Geralmente no final do ano as pessoas refletem sobre o passado e planejam o futuro. Através desse processo as pessoas conseguem a automotivação, ou seja, o prazer de fazer, de tornar os sonhos realidade; conseguem ter uma nova postura diante da vida.



Imagine uma porção de carvão. Quando se coloca fogo ele inicia a combustão e libera energia. Se alguém joga água ele se apaga, mas a energia continua nele. Se alguém acende o fogo ele volta a irradiar energia. Assim é o ser humano: cheio de energia interna. Quando encontra um motivo é capaz de liberar muita energia. Aí se diz que esta pessoa está motivada.



A motivação é fundamental para qualquer coisa que se faça na vida. Sobretudo para aquelas coisas que exigem um esforço maior, como é o caso do trabalho. Você tem não só que gostar do que faz, mas também ver significado e acreditar que aquilo é importante.

Para se manter motivado mesmo com as dificuldades que possam aparecer procure se prevenir contra possíveis passos em falso que você possa dar e busque sempre novos desafios. Analise se você vai conseguir se realizar na organização em que está hoje e esteja preparado para mudanças. Tenha metas realistas e concentre forças no que o motiva.
O conceito de motivação relaciona-se à idéia de que todo comportamento humano tem uma causa, um “motivo”. Se alguém desejar ser bem sucedido no trabalho, essa será sua motivação e para isso precisará ter em mente que terá que lutar aperfeiçoar-se e estudar para melhorar.

Para uma pessoa ter motivação ela precisa reunir três requisitos: acreditar, saber e fazer. O elogio, o estímulo e o reconhecimento influem muito mais que o dinheiro para que um profissional sinta-se valorizado e motivado.
As pessoas são diferentes. As necessidades, os valores sociais e as capacidades são igualmente diferentes e variam conforme o tempo gerando diferentes comportamentos.

No trabalho o homem consegue satisfazer várias de suas necessidades básicas. Além disso, para que alguém fique satisfeito consigo mesmo é importante que tenha em si respostas às seguintes perguntas: O que tem? O que quer? O que pode alcançar?

Um bom nível de motivação entre os colaboradores em uma organização leva ao estímulo, à criatividade, a um forte vínculo de equipe, ao cumprimento dos deveres e a um bom desenvolvimento profissional. Já uma fraca motivação acarreta baixa produtividade, absenteísmo, greves, alta rotatividade e conflitos pessoais com colegas e superiores.

Aproveite o momento e busque se conhecer e descobrir o que aumenta sua motivação. Um profissional que possua automotivação vale ouro no mercado de trabalho!

Sonia Jordão
é especialista em liderança, palestrante e consultora organizacional. Autora do livro: “A arte de Liderar – Vivenciando mudanças num mundo globalizado”, e dos romances corporativos: “E agora, Venceslau? - Como deixar de ser um líder explosivo” e "E agora, Lívia? - Desafios da liderança". Sites: www.soniajordao.com.br, www.tecerlideranca.com.br e www.umnovoprofissional.com.br.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.