Fazer aquilo que você gosta ou aquilo que te brilha os olhos?

Entre você e onde você quer estar existe não somente um espaço a ser preenchido, mas um conjunto de atividades que precisarão ser realizadas em equilíbrio com sua rotina diária.

Recentemente uma dúvida sobre onde gostaria de estar nos próximos 5 e 10 anos vem me instigando a colocar no papel os sonhos e aspirações. O trabalho atual apresenta tarefas que satisfazem profissionalmente e que gosto de fazer, mas a vontade de potencializar a capacidade de ajudar pessoas a resolverem problemas e a conseguirem se motivar a desbravarem novas possibilidades tem me instigado a buscar uma atividade paralela a minha rotina diária.

O desafio de poder ajudar outras pessoas faz os olhos brilharem, mas como conciliar a rotina diária com o planejamento do futuro? Esta é uma parte da história, a outra parte é que assisti recentemente uma palestra do T Harv Eker, escritor do livro Os segredos de uma mente milionária e ele citava que se você quer ter sucesso no trabalho ou até na vida pessoal tem que ajudar as pessoas a resolverem problemas. Pensei, perfeito estou no caminho certo!

Faço isso no meu trabalho como coordenador de transformação em uma multinacional que atua no atacado de alimentos. Ajudo colegas de trabalho a resolverem problemas e a definir novas estratégias para alavancar a empresa. Voltando a palestra, ele complementou e disse que se você quer ganhar 10 vezes mais você precisa ajudar 10 vezes mais pessoas a resolverem problemas. Se você já ajuda 10, precisa se organizar, pois o próximo desafio são 100 pessoas ... e isso pode ser bem estimulante!

No momento o grande desafio não é aumentar o número de problemas a serem resolvidos, mas entender como tocar os projetos pessoais em paralelo com as atividades que são importantes para manutenção da rotina diária com família, trabalho e amigos? Pode até parecer complicado e que o melhor é deixar os planos pessoais para um segundo momento, mas a palavra-chave aqui não é desistir e sim ter equilíbrio! Equilíbrio entre o que precisa ser feito e aquilo que gosta de fazer.

Para ajudar a definir melhor este plano de equilíbrio e reduzir a ansiedade percebi que é importante colocar metas para que o projeto pessoal possa rodar e sua vida com os demais afazeres não pare. E quando se fala de meta não dá pra deixar de explicar como ela deve ser, pois para que funcione ela deve ser Mensurável, Especifica, tem que ter uma indicação de Tempo/prazo e tem que ser Alcançável para que assim você não se perca em meio a tantas coisas que precisam da sua atenção.

Se você realmente deseja preencher este espaço entre você e seus objetivos precisa começar a colocar seus planos no papel, fazer o planejamento para conciliar de uma vez por todas a sua rotina diária com a base que você está precisa construir para a vida que almeja no futuro. Trabalhe para construir agora a base do que será o seu futuro. A Palavra chave para isso é Planejamento!

Destaquei duas palavras chaves, Equilíbrio e Planejamento para que agora eu possa dividir com você uma frase que ouvi de uma das pessoas que são minhas mentoras: Você faz melhor o que precisa quando você também faz aquilo que gosta.

Pense nisso e Vai pra cima!

ExibirMinimizar
aci baixe o app