Fatores que garantem resultado em uma organização

Existem três fatores fundamentais para a obtenção de resultados em qualquer iniciativa humana: Liderança, Conhecimento Técnico e Métodos. Seja em empresas, governos, forças de segurança, forças armadas, fundações, escolas, hospitais, etc., estas três frentes devem ser constantemente cultivadas. Elas não são um tapete que você compras, instala e pronto. O desenvolvimento destas três frentes é um trabalho contínuo, para o resto da vida.

Entre os três fatores citados acima, a liderança é o que há de mais importante numa organização. Sem ela nada acontece. De nada adianta método ou conhecimento técnico se não existe liderança para fazer acontecer.

A única definição de liderança que interessa às organizações é: Liderar é bater metas consistentemente, com o time e fazendo certo. Quem não bate metas não é líder. Se um bom líder é conseguir resultados por meio das pessoas, então a pessoa do líder deve investir uma parte substancial de seu tempo no desenvolvimento da sua equipe. Portanto o tema de Recursos Humanos é central no desenvolvimento do “Conteúdo liderança” .

Partindo do pressuposto de que a boa Governança é condição fundamental do exercício de liderança. Vicente Falconi – O verdadeiro Poder (2009) fala sobre um Modelo de Agenda do Líder (Conteúdo de Liderança) Baseado na definição de liderança que consiste em alguns aspectos como;

Criar um sistema que possa atribuir a todas as pessoas metas que sejam críveis e desafiadoras;

Promover o Domínio do Método pela equipe com crescimento constante nas técnicas e recursos de analise bem como num perfeito Gerenciamento de rotina;

Promover a aquisição de Conhecimento Técnico pela Equipe;

Garantir o estabelecimento e melhoria continua de um Sistema de Recrutamento e seleção (padronizar processos). Participar do Recrutamento e seleção de sua equipe. Selecionar, entre os recrutadores, Pessoas Excepcionais e garantir um crescimento mais rápido para estes como permitindo por seu potencial mental, como definido por Maslow (algumas poucas pessoas excepcionais fazem a grande diferença em uma organização);

Participar de várias formas de treinamento de sua equipe exercendo a função de professor em alguns casos. Estabelecer e melhorar continuamente um Treinamento especial para pessoas excepcionais. Reconhecer que entre as pessoas excepcionais existem pouquíssimas super-excepcionais. Estas pessoas são Imperdíveis e podem mudar a história de uma organização.;

Inspirar pessoas. Nós não trabalhamos somente pelo dinheiro que recebemos. O ser humano gosta de realizar um sonho. Sonhe grande, promova o sonho e inspire as pessoas. Sonhar grande dá o mesmo trabalho que sonhar pequeno;

Promover a meritocracia. Garantir o estabelecimento e melhoria continua de um Sistema de Avaliação do Desempenho (padronizar processos). Promover uma avaliação de desempenho de seu time de forma honesta e construtiva, dando feedback continuo (pelo menos uma vez por ano) . Demitir quando necessário. Afastar 5% a 10% por ano daqueles mais mal avaliados do time, abrindo espaço para novos valores e dando a oportunidade para que os demitidos possam encontrar tarefas que amem fazer nas quais possam ser mais felizes e valorizados;

Fazer Coaching. Supervisionar a maneira de trabalhar de sua equipe e aconselhar, fazendo ajustes de procedimento. O Coaching é um treinamento no trabalho;

Alinhar interesses das pessoas com os da organização por meio de um Sistema de Incentivos;

Cuidar da cultura predominante da organização, trabalhando no sentido de fixar valores que garantirão o seu futuro. Estes valores devem estar incluídos nos quesitos de avaliação do desempenho;

Promover uma cultura de alto desempenho, “esticando” as metas atribuindo valor aos que superam;

Promover a Cultura de tomar decisões com base em fatos e dados. Incentive a prática da analise e da síntese como elemento principal do planejamento e fundamental no processo de aprendizado. Exija a apresentação das analises em suas reuniões. Valorize a honestidade intelectual. Valorize a busca da verdade contida no fatos e dados;

Promover uma cultura de “enfretamento dos fatos” que valoriza a verdade e não tem medo de ver os fatos como são. É a cultura onde se espera que os gerentes se comuniquem, para o time e para cima, não somente os bons resultados mas também o que não está indo bem e precisa ser encarado como é, de tal modo que possa ser consertado. Uma Cultura onde se valoriza a busca de fatos e dados para analisar eventos e não somente opinião ou intuição.

O líder é o único agente de mudanças na organização. Não há outra opção. As áreas de suporte ajudam na criação e divulgação de novos padrões, a consultoria também auxilia neste processo, além de criar as sistemáticas de verificação que permitem ao líder atuar. No entanto, a implementação e a mudança são indelegáveis. E esta mudança vem por meio de capacitação dos liderados, papel essencial do líder. Quem freqüenta ou convive com várias empresas, percebe claramente a dificuldade de execução que existe em algumas. As empresas com lideranças fracas geralmente muito lentas e acabam por perder a luta pela competição no mercado.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento