Falta de Educação

De um modo geral, nem a rede pública nem a particular atingiram as metas para o ano. E não é que as metas fossem ousadas. Partimos do péssimo e vamos lentamente tentando chegar no sofrível, mas até mesmo isso ainda parece distante.

O Deputado Federal Tiririca foi o candidato mais votado de SP por duas vezes consecutivas com um bordão pra lá de peculiar: “Vote no Tiririca, porque pior do que está não fica”.

Pois tem ficado, e não exatamente por culpa dele, que se não é causa da piora, também não tem ajudado em nada. Como levar à sério um Congresso onde o mais votado é um palhaço?
Além da piora óbvia no campo dos indicadores econômicos (PIB, desemprego, inflação, dívida pública, etc), os mais recentes números do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) divulgado neste mês de setembro, traz um retrato ainda pior do que já imaginávamos ruim.

De um modo geral, nem a rede pública nem a particular atingiram as metas para o ano. E não é que as metas fossem ousadas. Partimos do péssimo e vamos lentamente tentando chegar no sofrível, mas até mesmo isso ainda parece distante.

O Ensino Médio é o buraco mais fundo. Numa escala de 1 a 10, temos obtido média 3,7, abaixo da meta de 4,5 (que já seria bastante acanhada, convenhamos). Dos 26 Estados da nação, apenas 2 cumpriram as metas.
Nos últimos anos muitos esforços foram alocados para se aumentar o acesso ao ensino (quantidade) mas com poucos resultados na qualidade que é oferecida. Ao mesmo tempo, houve uma ênfase muito grande para o acesso ao ensino superior, o que é até louvável, mas não faz muito sentido quando você considera que entregou um ensino de má qualidade justamente nos anos iniciais de formação. Em uma cadeia capenga como essa, os jovens acabam ficando reféns de universidades caça níquel, ou não conseguem atingir sua plenitude acadêmica, por deficiências nos anos iniciais de formação, que não por acaso recebem o nome de Ensino Fundamental.
Não é a toa que o Brasil sistematicamente aparece nos últimos lugares dos mais famosos testes educacionais, na comparação com diversos países.

Num mundo globalizado, em que a competição não é mais apenas com o trabalhador da mesa ao lado, mas sobretudo com os profissionais do resto do mundo, não dar à Educação a verdadeira prioridade e eficiência que necessita é condenar o Brasil e as novas gerações a um futuro perdido.

Um desafio para todos: governantes, escola, famílias e sociedade.
Lamento Tiririca, mas pior do que está fica.

Texto originalmente publicado em http://www.alexandrecorrealima.com.br/falta-de-educacao/

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Alexandre Lima

    Alexandre Lima

    Palestrante e Diretor-Presidente da MIND COMUNICAÇÃO e MIND PESQUISAS. Pós graduado em Administração de Marketing, possui um Master em Comunicação Empresarial (MBC) e cursou a Escola Avançada de Pesquisa de Mercado na University of Georgia (Atlanta/EUA). É membro ativo da American Marketing Association. Possui mais de duas décadas de experiência no desenvolvimento de campanhas publicitárias, estratégias de marketing, lançamento de produtos e no desenvolvimento de pesquisas de mercado, de satisfação de clientes, de clima interno e de opinião pública para empresas de todo o Brasil, tais como CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), Sebrae, Fundação SEADE, Sabesp, Unimed, Boston Scientific, FAAP, FGV, Iochpe Maxion, dentre outros. Ao longo de sua trajetória foi responsável pela condução e análise de milhares de pesquisas de satisfação de clientes e colaboradores, sendo hoje um dos maiores especialistas do Brasil nesse tema. É autor do livro “Pesquisas de Opinião Pública” (Novatec) lançado em 2017. Ganhou dezenas de concursos de frases e slogans, que lhe renderam diversas viagens internacionais como premiação. Um dos palestrantes destacados pela revista T&D, referência em RH, que apresentou os destaques do mercado de palestras. É Professor convidado em diversos cursos de MBA e Pós Graduação, e palestrante dos temas de marketing, pesquisas, inovação e Felicidade Corporativa. Alexandre Correa Lima faz palestras motivacionais multidisciplinares, conjugando dados de pesquisas, história, marketing, antropologia, psicologia, neurologia e biologia para compor um fascinante panorama do que move o comportamento das pessoas e porque fazemos o que fazemos. Saiba mais em: http://www.alexandrecorrealima.com.br/
    café com admMinimizar