Eu trabalho numa empresa investigada pela Lava Jato

Neste artigo eu opino sobre o "sofrimento" dasmilhares de pessoas que trabalham em empresas investigadas pelo lava-jato e que não tem o menor conhecimento sobre o assunto mas estão sendo discriminadas apenas por trabalharem nestas empresas

Coloque-se na posição dos milhares ou até centenas de milhares de funcionários que trabalham numa empresa que está sendo investigada pelo lava-jato.

Até “ontem” você dizia com a “boca cheia” eu trabalho aqui na ....muitos diziam “eu sou” ....

E agora? Como eu fico nesta? Me escondo ? Defendo com unhas e dentes a empresa ou me calo?

Este tema merece uma reflexão.

Não vou defender nenhuma das empresas envolvidas ou investigadas. Também não vou atacar. Não tenho subsídios profundos a respeito e muitas das informações correm em segredo de justiça. Além disso, salvo engano ninguém ainda foi julgado, condenado e já teve o trânsito em julgado, portanto até aqui são todos inocentes perante a Lei. Gostem ou não é assim que funciona.

O fato é que tem muita gente séria, honesta, trabalhadora, competente que trabalha nestas empresas. Nenhuma empresa atinge a grandiosidade das citadas no mencionado escândalo apenas com falcatruas. Tampouco podemos acreditar que todos os funcionários tinham pleno conhecimento das “eventuais barbaridades” que eram cometidas.

O que fazer com esta gente séria que está sofrendo e muito? Imagino um pai que assiste na frente de um filho uma reportagem onde indicam que a “sua” empresa está sendo investigada por corrupção. Não deve ser fácil.

O que quero colocar aqui, é que temos a obrigação de respeitar as pessoas que trabalham nestas empresas. Já escutei relatos de pessoas que sentem vergonha de sair de casa e que praticamente proibiram a família de mencionar a empresa onde o chefe ou a chefe da família trabalha. Como ultrapassar este momento de dor. Imagino o quanto muitos se sentem traídos por pessoas que confiavam e que até pouco eram verdadeiros líderes.

Posso estar sendo utópico, sonhador, ingênuo mas estes líderes que, se porventura ficar comprovado muito do que está sendo relatado, não acabaram apenas com as suas vidas e de suas famílias mas de milhares de pessoas que sofrem simplesmente por estarem trabalhando.

Corromper ou ser corrompido é algo muito mais grave do que pode parecer. Não é apenas uma questão monetária. O que (repito caso seja comprovado) foi feito é algo que muito mais grave e que merece todo o repúdio da população. Eu só peço que as pessoas que nada tem com a questão, não sejam condenadas apenas por trabalharem. Elas não merecem isto e nós não temos o direito de fazer este julgamento.

Precisamos isto sim refletir que o Brasil precisa urgentemente de um “banho” de ética. Não podemos mais aceitar um monte de coisa errada, mas também não temos o direito de colocar todos no mesmo balaio sem a menor informação. O nosso povo infelizmente é mestre nisto.

De uma hora pra outra criamos um monstro ou um ídolo a ser cultuado. Nem uma coisa nem outra. O país precisa de gente séria e com equilíbrio. Que puna os maus, mas respeite os bons.

Espero sinceramente que estejamos vivendo uma era onde as pessoas entendam que muito precisa ser melhorado. Muito mesmo. Não podemos deixar passar mais uma oportunidade de acertarmos o rumo desta nação. Não queremos mais deixar prá lá as barbáries que são cometidas. Queremos apenas que elas deixem de existir e todos possam ser respeitados pelo que são e pelo que fazem. Com ética, respeito e dignidade.

Só para não deixar dúvida. Eu não trabalho numa empresa investigada pelo lava-jato.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento