EU GOSTO DE POLITICA

O P I N I Ã O É comum, em quase todos os círculos que freqüento, ouvir a frase: eu não gosto de política. Não que eu ache que todo mundo tenha que gostar desta tal moça polêmica que às vezes nos faz chorar e em outras pouquíssimas por sinal nos faz ter alguma alegria. Mas a rejeição é muito grande! Tenho a convicção de que a política é boa, assim como nada que existe no mundo foi criado para ser ruim. Vide aí invenções humanas como o avião, a pólvora e a energia nuclear que foram criados para fins pacíficos. O homem que tem, infelizmente, o dom de criar tristezas onde só deveriam existir alegrias. Isso tudo por que cada indivíduo tem sua cabeça, seu nível de evolução moral e o livre arbítrio de fazer o que deseja, quando deseja e do jeitinho que deseja. No século XIX, já se falava em política para o bem. Tanto que um médico e político Cearense de nascimento e carioca de coração, chamado Dr. Adolfo Bezerra de Menezes (1831 1899) declarou que a política é a arte de promover o bem de todos e nesse princípio me firmarei
. Pois bem, isso ainda nos primórdios de nossa república. Portanto, ao nos declararmos antipáticos à política, primeiro devemos entender que a diferença entre política e politicagem é clara. Na política o que prevalece são os debates ideológicos, sempre democráticos e que concorrem para o bem de todos. Observem: eu disse todos e não alguns! Já na politicagem, a mais usual e habitual, infelizmente, vale o jogo do toma lá da cá. Da popular farinha pouca meu pirão primeiro. Neste caso o que vale são os interesses eleitoreiros. O mandato nada mais é que um meio de angariar votos para o próximo pleito eleitoral. As idéias e projetos passam ao plano secundário em detrimento dos conhecidos projetos sociais. O Legislador vai além do legislar e fiscalizar (e nãosei até que ponto isso é bom). Cada contato com a população é uma oportunidade de amarrar o voto e só isso. O cidadão vive na permanente condição de eleitor. É por causa da politicagem que temos um Severino Calvalcanti que nada mais é do que um nome a mais para envergonhar nossa política. E como ele, muitos outros. E isso, creiam, não é política, pois esta está presente em todos os lugares, onde o objetivo maior é promover o bem de todos

. Enquanto você que se considera bom por não gostar de política, pessoas de índole duvidosa dominaram o cenário político. Enquanto você, por não entender, prefere votar branco, nulo ou simplesmente não participar do processo democrático, pessoas humildes são aliciadas e olha no que isso deu e continuará dando. Por isso, EU GOSTO DE POLÍTICA e FALO DE POLÍTICA

! Não vou simplesmente votar a cada dois anos, por que eleições não mudam nada, se não houver a participação popular efetiva. E a participação popular se dá através do acompanhamento e da cobrança das propostas (ou promessas se preferirem) de campanha. . . .
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.