Estratégias para achar as oportunidades
Estratégias para achar as oportunidades

Estratégias para achar as oportunidades

Faça o certo

Dívidas, falta de emprego ou mesmo de perspectiva de futuro no trabalho são situações que, por si só, costumam abalar o equilíbrio emocional das pessoas. Tais circunstâncias, associadas à crise econômica e política em que o país se encontra atualmente, em que não se tem quaisquer expectativas positivas, agravam, ainda mais, o estado de espírito de quem possui dívidas relevantes, está desempregado ou estagnado profissionalmente.

A tendência, nesses casos, é trilhar o caminho comum. Porém quando a situação não muda e as expectativas não se concretizam, as pessoas se frustram, param de agir e ficam esperando que uma oportunidade apareça, culpando a crise e deixando a responsabilidade pelo seu destino nas mãos de terceiros ou do acaso.

Existe, no entanto, um fio que liga boa parte, senão todas as pessoas que, superando as adversidades, conseguiram reverter a situação em que viviam e deram a volta por cima. Quebrando o molde, elas pararam de focar no problema e começaram a buscar as soluções. Através de controle emocional, é possível agir racionalmente, estabelecendo estratégias e detectando oportunidades, ao invés de culpar a crise ou outras pessoas pelos seus resultados pessoais. O segredo para isso é entender que existem três grandes esferas:

- A ESFERA DOS FATORES EXTERNOS: eventos como crise, calamidades, morte, sob os quais não temos nenhum poder de ingerência;

- A ESFERA DO COMPORTAMENTO ALHEIO: área em que também não devemos criar expectativas, pois não está sob nosso domínio. Essa área em especial é a origem de muitas frustrações, pela tendência que se tem de querer influenciar, quando na verdade só conseguimos persuadir alguém sobre algo ou a fazer alguma coisa, se essa pessoa se deixar convencer;

- A ESFERA DOS NOSSOS COMPORTAMENTOS: é nesta área que devemos focar, pois ela está, ou ao menos deveria estar, totalmente subordinada ao nosso comando consciente, ou seja, nós temos o poder de decidir que comportamento teremos diante de qualquer situação. Se iremos optar por agir e escrever a nossa estória ou simplesmente reagir aos fatos.

Mas para mudar e parar de reagir ou de esperar que a solução mágica aconteça e que os outros resolvam seus problemas por você, antes de qualquer coisa é preciso mudar o seu pensamento. Esta mudança de enfoque só é possível quando se segue algumas estratégias:

1) Identifique o que você realmente quer. Empreender, fazer concursos ou trabalhar para alguém? Descubra o que você quer de verdade.

2) Pare de se julgar. Pare de olhar para o passado pois ele não vai mudar o seu presente. Aceite as suas escolhas e tudo que já fez. Assuma para si mesmo quem é você, independente dos resultados que já teve faz com que você tenha firmeza para realizar seus objetivos, se sair bem numa entrevista com negociar um acordo.

3) Assuma a responsabilidade sobre si mesmo e sobre fazer as coisas mudarem na sua vida. Faça a sua parte. Não fique dependendo de fatores externos ou de terceiros fazerem isso por você.

4) Acredite em si mesmo. Ninguém consegue renegociar ou convencer os outros de lhe contratar ou promover, se você não se convencer que merece isso antes.

5) Aprenda a vender seu peixe. Mostre que você tem o produto ou serviço necessário pra ser contratado ou para receber uma promoção. Negocie buscando uma composição em que ambas as partes, mesmo cedendo um pouco, saiam satisfeitas.

6) Esteja atento e não importa o que aconteça, continue tentando. Uma resposta negativa é apenas um resultado, uma evidência de que você deve mudar a estratégia ou abordagem na próxima tentativa. Não se conforme com o não. Descubra o que deu errado, corrija e siga firme para a próxima tentativa.

7) Mantenha-se atualizado. Além da qualificação profissional manter você no mercado e fazer de você um profissional necessário, eleva a sua alto-estima e o seu poder de barganha.

Faça a sua parte e o resultado virá.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento