Esteja preparado independente do motivo

Em momentos de crise, como o que dizem que estamos, o segredo é manter-se sempre preparado. Se você está desempregado, aproveite o tempo e capacite-se. Se você está trabalhando em algo que não te deixa feliz apenas porque foi o que apareceu, aproveite esse sentimento e prepare-se para algo melhor. Seja lá o que vier pela frente, esteja preparado. Sempre!

Esteja preparado independente do motivo

Carlos Ferreira, diretor de Relacionamento da Nasajon Sistemas

Quando estava pensando em um tema para este artigo, li uma história muito interessante que nos serve de exemplo para a vida profissional. Trata-se de um dos clientes da Nasajon Sistemas, o contador Uiler Nogueira. Ao participar de um concurso nosso chamado “Contador de Histórias”, ele venceu com um caso mais ou menos assim:

Em 1994, ele se candidatou a uma vaga para o cargo de contador no Jornal do Brasil seu currículo foi um dos selecionados para a fase de entrevistas e testes. O problema é que ele só soube que teria que participar dessa nova fase da seleção em cima da hora. Ele estava na rua e não teve tempo de colocar uma roupa apropriada nem de se preparar psicologicamente. Entre faltar e ir daquele jeito, ele preferiu ir e arriscar. Ao chegar à sede do Jornal do Brasil, ele percebeu que havia pelo menos mais uns 200 candidatos. Logo pensou que não seria fácil.

Ele fez a prova de conhecimentos contábeis e percebeu que havia muitas perguntas sobre a então nova legislação das empresas S/A e Uiler colocou tudo que sabia a respeito. Depois, ele fez exame psicológico e alguns outros. E a cada fase, ele percebia que algumas pessoas iam sendo dispensadas e, no final, após um dia inteiro de testes, apenas 20 candidatos restaram. E Uiler estava lá, desta vez, esperando pra a entrevista com o coordenador de Auditoria do JB, Sr. Coutinho.

Enquanto esperava, sua cabeça fervia pensando em tudo que poderia acontecer. A ansiedade era grande. Foi aí que ele percebeu que estava vestido com blusa esporte, calça jeans e tênis, bem diferente dos demais. Ouviu, também, na sala de espera, que muitos candidatos falavam inglês. Ele não falava. Ansiedade, medo, preocupação.

Para combater essa ansiedade, Uiler pensava: “posso não ter toda essa qualificação que a maioria tem, mas uma coisa eu sei: estou com toda a nova legislação das S/A em mente, porque me atualizei e, contabilmente, concorro de igual pra igual com qualquer um”.

Depois de tanto esperar, sem almoçar ou lanchar, por não ter dinheiro, lá pelas 18h, Uiler foi o último a ser chamado pelo Sr. Coutinho, para a entrevista. Ao entrar na sala, o Sr. Coutinho perguntou: “E aí, demorou muito?” E ele respondeu: “Bastante…, mas nós somos os interessados”. Sr. Coutinho então disse: “Mas valeu a pena, pois você foi o selecionado”.

Uiler, assustado, perguntou: “Como, se eu ainda nem fui entrevistado?”. Então, o Sr. Coutinho respondeu: “da maneira como você respondeu as questões da prova, ficou claro que conhece tudo que precisamos sobre a nova legislação das S/A. Eu só quis entrevistar os outros para ver se eles conseguiam colocar em palavras aquilo que você colocou na sua prova. E concluí que você é o único com este conhecimento”.

Aliviado e muito feliz, após aquele duro dia, a conclusão do então novo contador do Jornal do Brasil, Uiler Penido, era a de que quem está preparado não precisa temer. Acrescento aqui que o preparo não acontece no dia (ou no dia anterior) de um desafio. Ele deve ser construído no dia a dia e ser parte da nossa vida.

Em momentos de crise, como o que dizem que estamos, o segredo é manter-se sempre preparado. Se você está desempregado, aproveite o tempo e capacite-se. Se você está trabalhando em algo que não te deixa feliz apenas porque foi o que apareceu, aproveite esse sentimento e prepare-se para algo melhor. Seja lá o que vier pela frente, esteja preparado. Sempre!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento