Esqueça o passado, renove-se!

Quantas vezes nos pegamos pensando no passado e nos perguntando: se eu tivesse feito assim, se eu tivesse dito isso, se eu tivesse ido lá e as mais variadas combinações de ses e tivesses? Na verdade vivemos nos remoendo em idéias, lembranças pessoas e acontecimentos passados que na maioria das vezes só nos causam dor e em nada nos beneficiam em nosso momento atual. Ao invés de ficar pensando no que não se realizou, que tal planejar o futuro e viver intensamente o presente? Porém, para isso é necessário estar livre do passado, é preciso renovar-se. E por falar em renovar-se, lembrei-me de uma estória que retrata o processo de renovação de uma ave: A águia: A águia é a ave de maior longevidade, chegando a viver setenta anos. Porém, para chegar a essa idade é obrigada a tomar uma difícil decisão. Nessa idade a águia está com as unhas compridas e flexíveis e não consegue mais agarrar as presas das quais se alimenta; o bico, alongado e pontiagudo, se curva; as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas, já não permitem mais o vôo garboso. Então, a águia só tem duas alternativas: morrer ou enfrentar um doloroso processo de renovação que dura perto de cento e cinqüenta dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher a um ninho, próximo a um costão protegido, de onde ela não precise sair. Quando encontra esse lugar, a águia bate o bico na pedra até conseguir arranca-lo e espera pacientemente nascer um novo bico. Com esse novo bico arranca as velhas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. Só depois de cinco tenebrosos meses, ela sai para o seu vôo de renovação para então viver mais trinta anos. Diante disso penso que também temos duas alternativas, não tão trágicas quanto a da águia viver lamentando o passado e choramingando a vida toda ou planejar o futuro vivendo intensamente o presente. Na segunda opção o presente nos oferece diariamente a oportunidade de tornar a nossa vida da maneira que a queremos, embora só seja possível quando se trabalha para isso. E o trabalho diário, em nossas vidas, exige de nós metas, idéias, estratégias, concentração e muita perseverança (que particularmente eu chamo de insistência e as vezes teimosia). Faça uma auto-analise e avalie o grau de suas virtudes como persistência, autoconfiança, estabilidade emocional, ambição (não insana), fidelidade aos superiores, lealdade a empresa onde trabalha, ética e também: como anda sua formação técnica, sua experiência e perspectiva profissional. Permita a autocritica. Enxergue as suas virtudes e tenha coragem para mudar os seus defeitos, deixar de lado velhos conceitos e desenvolver novos talentos. Lembra daquelas promessas de início de ano que você fez na praia (ou qualquer outro lugar)? O curso de inglês, o regime, o parar de fumar, o novo emprego, o novo carro ou simplesmente: esse ano vai ser diferente? Então, o que você já realizou, ou melhor, renovou? Aproveite o hoje e trace planos, estratégias, faça um orçamento financeiro, crie tempo, inicie algo novo em sua vida, mesmo que seja algo que para os outros seja pequeno mas, que mostre a você um espírito renovado ou ao menos disposto a renovar-se. Assim, como a estória da águia poderemos sair para o nosso Vôo da Renovação. Felizes e realizados!
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.