Escolhendo o nome da empresa

O nome, seja de uma pessoa ou empresa, causa expectativa, boa ou ruim. Por isso, é importante pensar bem antes de começar o negócio, pois o nome vai auxiliar, ou atrapalhar, na divulgação da empresa

Algumas pessoas começam um negócio pensando no nome, outras deixam isto para o final. Grandes empresas, fazem até pesquisas de mercado para criar nomes de novas empresas ou produtos.

O nome, seja de uma pessoa ou empresa, causa expectativa, boa ou ruim. Por isso, é importante pensar bem antes de começar o negócio, pois o nome vai auxiliar, ou atrapalhar, na divulgação da empresa.

Em alguns casos pode ser interessante relacionar o nome da empresa com o local. Ao pedir pizza as pessoas procuram pizzarias próximas de suas suas casas, devido ao tempo e valor da entrega. Assim, uma pizzaria localizada no bairro Santa Mônica pode atrair clientes se usar o nome “Pizzaria Santa Mônica”.

Diferentemente, uma empresa que presta serviços de instalação de pisos pode não ser bom ter o nome “Pisos Santa Mônica”. Isto porque os serviços são prestados em toda a cidade porém, utilizando este nome, pessoas de outros bairros podem pensar que a empresa atua apenas no Santa Mônica.

Algumas vezes vemos empresas, mesmo que totalmente nacionais, com nomes em inglês ou em outros idiomas. Se o seu público tiver contato com o idioma pode ser uma ideia interessante, mas se o seu público é da classe C, que sempre frequentou escolas públicas onde não é ensinado inglês, nunca fizeram cursos de idiomas e não convivem com pessoas que falem o idioma, o nome da empresa será algo sem sentido, que poderá ser pronunciado de maneira errada e difícil de ser lembrado. O público deve ter um mínimo contato com o idioma, para que possam assimilar e criar uma imagem da empresa a partir do nome.

O nome do negócio não deve restringir o público. Suponhamos que a Adriana esteja abrindo um salão de cabeleireiros e pretende atender homens e mulheres. Inicialmente ela pensou em dar o nome de Salão da Adri, mas com este nome a maioria das pessoas iria pensar que ela atende apenas mulheres. Para evitar este mal entendimento, poderia inserir mais informações, como “Salão da Josi – masculino e feminino”. Uma imagem que represente homens e mulheres também poderia ajudar.

Estes foram apenas alguns exemplos, mas também deve-se prestar atenção em regionalismos e ditos populares que possam ser interpretados como pejorativos ou discriminatórios.

O ideal é sempre analisar como o público irá interpretar as coisas. Conversar com várias pessoas e fazer pesquisas pode bastante útil.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento