Escolas de governo - virtu e fortu

Iniciativas do Poder Público, como a escola de governo, devem ser apreciadas e incentivadas sempre, pois auxiliam no fortalecimento e consolidação da democracia brasileira

As escolas de governo se caracterizam pelo ambiente de capacitação e treinamento de servidores e agentes públicos, organizadas e financiadas por instituições públicas. Basicamente, elas difundem a missão institucional, os princípios da administração pública ditados pelo artigo 37 da Constituição Federal de 1988 e a importância da aplicação e respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal no dia a dia dos serviços públicos.

Desta forma, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) evidenciou a virtude das escolas de governo em 2003, ao criar a rede nacional de escolas de governo, onde o compartilhamento de conhecimentos e o mapeamento das escolas de governo de todo o país, confirmaram a necessidade e o envolvimento ativo do poder público na especialização e desenvolvimento contínuo do próprio capital humano.

Mais que isso, houve a ampliação do compartilhamento de conhecimentos pelas escolas de governo, com a abertura de cursos também a sociedade de maneira geral, tratando de cidadania, planejamento, orçamento, transparência, direito, administração e políticas públicas, principalmente através do ensino a distância pela internet. Um exemplo a ser destacado, é do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) vinculado ao Senado Federal.

Assim, a fortuna das escolas de governo pode ser evidenciada, com a possibilidade da construção de uma sociedade consciente e responsável, acima de tudo participativa das eleições e decisões do governo local, regional e nacional, por consequência.

Isto porque o cidadão comum pode criar uma opinião fundamentada e esclarecida, baseada nos pilares da república democrática brasileira, e atuar para o desenvolvimento da sociedade, na escolha dos melhores representantes e na cobrança por melhores serviços públicos prestados.

Lembrando que os serviços públicos são financiados pelos impostos pagos pela própria sociedade, sobretudo a sua qualidade e efetividade são direitos constitucionais da nação.

Publicado originalmente no site do CFA

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento