Entrevista de emprego: impressão visual e comportamental

O êxito durante o processo depende de diferenciais que são expostos em seu andamento, estes se caracterizam tanto pelas impressões visuais como pelas comportamentais

A entrevista é a porta de entrada para o mercado de trabalho, pois consiste no primeiro contato com as organizações. Os atuais profissionais participam de um nível de competitividade intenso, aliado aos efeitos da era da informação, daí surge à necessidade de um preparo adequado, no qual se priorize o contexto do cargo pretendido e que ao mesmo tempo demonstre as potencialidades do candidato para assim o exercê-lo.

O êxito durante uma entrevista de emprego depende de diferenciais que são expostos em seu desenvolvimento, estes se caracterizam tanto pelas impressões visuais como pelas comportamentais. Desta forma, segue abaixo algumas sugestões para auxiliar e minimizar os receios sofridos por futuros entrevistados, que desejam conquistar um novo emprego.

Busque informações sobre a empresa.

Conhecer a missão, a visão e os valores da organização parece um tanto clichê, porém faz toda diferença no momento que surge a pergunta tão frequente nas entrevistas: “Por que você quer trabalhar aqui?”, isto porque a empresa procura encontrar profissionais com objetivos compatíveis com os corporativos. Não existe uma receita ou formula pronta para responder a questão acima, é necessário fazer a lição de casa. Então comece pelo site da empresa, bem como por noticias que retratem o universo da corporação, o que significa dizer conhecimentos sobre o ramo de atividade, os produtos e serviços oferecidos, o modo de gestão, os relatórios de desempenho, os projetos sociais, os planos futuros e enfim tudo que contribua para destacar seu interesse pela organização pretendida.

Evite Atrasos.

Ser pontual transmite compromisso e evidencia que o candidato se organizou com antecedência para estar ali, estando à disposição do entrevistador. Para isso compareça 30 minutos mais cedo, do horário previsto, a fim de conhecer o ambiente e sentir-se mais confortável, o que lhe propiciará maior confiança, além do que quando se chega atrasado pode ocorrer desorientação a cerca do processo ou mesmo atrapalhar de algum modo o andamento deste.

Aspecto Visual.

Os cuidados pessoais com a sua imagem são imprescindíveis para causar uma boa impressão, logo as palavras chaves deste item são equilíbrio e cautela. Apresente-se com cabelo limpo e penteado, unhas aparadas e traje apropriado com sua área de atuação. No caso das mulheres, os decotes e as vestimentas curtas ou chamativas devem ser evitados, bem como o excesso de maquiagem e sapatos extremamente altos. Outro fato a se considerar para ambos os gêneros é a discrição na escolha de acessórios que vão compor sua aparência, juntamente com o perfume, loções e demais produtos com fragrância.

Preparo Prévio para responder as perguntas.

A entrevista consiste em conhecê-lo como profissional, assim sendo o ideal é saber com que tipo de perguntas pode se deparar, a intenção nesta situação é antecipar-se para que as respostas sejam precisas e confiantes, de forma que o entrevistador reconheça segurança em suas colocações. Quem já participou de processo seletivo reconhece que os questionamentos mais frequentes durante a conversa, são: Comente sobre sua experiência no emprego anterior. O que tem feito para aprimorar sua carreira? Quais suas expectativas em relação à empresa? Trabalha com metas pré-estabelecidas? Para você, qual a importância do trabalho em equipe? O que faz nos momentos de folga? Fale a respeito de seus pontos fortes e fracos. Sendo assim, faça anotações considerando suas respostas, leia atentamente, verifique quais sentiu maior dificuldade para responder e refaça até que julgue necessário.

Honestidade e Transparência.

Entre todos os fatores que contribuem para que o seletivo de entrevista ocorra da maneira mais tranquila possível, o aspecto de responder com sinceridade e transparência deve ser a maior intenção do profissional, uma vez que a utilização de artifícios inverídicos acarreta situações inconvenientes e constrangedoras. Como exemplo deste fato, pense em um pretendente que mencionou de modo falso, ter experiência e conhecimentos técnicos em determinada área e o entrevistador solicitar que realize um pequeno teste, o que vai acontecer com este candidato? Outro ponto relevante é a linguagem não verbal, que por meio de sinais e movimentos anuncia mensagens ao receptor. Geralmente os recrutadores se utilizam destes aspectos para avaliar o equilíbrio emocional dos concorrentes a vaga. Portanto após o entrevistador o convidar para sentar-se, assuma postura formal e não se deixe encostar-se demasiadamente ao assento, ouça com atenção tudo que for mencionado e nunca interrompa o entrevistador, evite brincar com seus objetos ou mesmo balançar as pernas e outros tiques nervosos, respire pausadamente durante o diálogo, faça contato visual, peça esclarecimento caso fique em dúvida e mantenha sempre a calma.

Faça perguntas ao entrevistador.

É importante ressaltar que além de responder coerentemente ao entrevistador, mostra-se interessante fazer perguntas pertinentes ao cargo e em especial, o que a organização espera do futuro colaborador. A partir deste momento aproveite o ensejo e peça explicações sobre o andamento dos trabalhos no setor, as pretensões atuais para a equipe de trabalho, os desafios corporativos, a existência ou não de um plano para crescimento na carreira e se o recrutador não houver informado a remuneração e os incentivos, não hesite em saber a respeito. Entretanto seja prudente neste ponto, uma vez que o recrutador está ali para avaliar suas habilidades, realizações e formação. E diante da sua preocupação em conhecer aspectos de cunho profissional, isto contará como pontos positivos, indicando empenho e dedicação ao trabalho.

Agradecimento.

Antes de se retirar, agradeça ao entrevistador pela oportunidade de participar do seletivo e por sua receptividade, em seguida assegure-se sobre o tempo de espera e o retorno, para saber informações a cerca do resultado final. Despeça-se cordialmente. Em caso de não contratação, controle a frustração, trabalhe sua autoestima e não se deixe abater, com certeza haverá outras vagas disponíveis, nas quais suas competências serão apreciadas e por fim as colocará em favor do novo emprego.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento