Entenda por que a revista Playboy vai mudar a estratégia de marketing de posicionamento da marca

Nas edições norte-americanas já publicou, além da atriz Marilyn Monroe, as musas como Cindy Crawford, Sharon Stone e muitas outras. E, nas edições brasileiras, foram estampadas as belezas das nossas musas “made in Brazil”, com seus corpos lindíssimos, tais como: Vera Fischer, Bruna Lombardi, Luiza Brunet, Ellen Rocche, Suzana Alves – a Tiazinha –, Joana Prado – a Feiticeira –, e tantas outras

A Playboy é uma revista norte-americana de entretenimento erótico, direcionada para o público que aprecia a nudez feminina. Foi fundada em 1953, por Hugh Hefner, e na sua primeira edição estreou com a beleza exuberante da atriz Marilyn Monroe – ela mesma, aquela que cantou feliz aniversário para o presidente John F. Kennedy –, estampada na capa e nas páginas, daquela que se tornaria a revista ícone do jornalismo masculino.

A revista Playboy possui edições internacionais em vários países, entre eles o Brasil – no qual é publicada desde o ano de 1975. Nas edições norte-americanas já publicou, além da atriz Marilyn Monroe, as musas como Cindy Crawford, Sharon Stone e muitas outras. E, nas edições brasileiras, foram estampadas as belezas das nossas musas “made in Brazil”, com seus corpos lindíssimos, tais como: Vera Fischer, Bruna Lombardi, Luiza Brunet, Ellen Rocche, Suzana Alves – a Tiazinha –, Joana Prado – a Feiticeira –, e tantas outras.

No entanto, na semana passada, declarou que vai deixar de publicar fotos de mulheres nuas em suas páginas a partir do mês de março de 2016. Devido à mudança na estratégia de Marketing de Posicionamento. Você sabe por quê?

Mas, antes de responder, vou recordar o que é estratégia de Marketing de Posicionamento, vamos lá:

Em um dos meus artigos publicados, aqui no Portal, realizado em 19 de novembro, de 2014, cujo título é: “Você sabia que o Marketing de mercado-alvo é estratégico para a eficácia dos negócios de uma empresa?”, no qualfoi dito quea segmentação de mercado, estabelecimento de alvo e o posicionamento da empresa no mercado são ferramentas fundamentais de marketing; e, também, que é estratégicopara o bom desempenho dos negócios de uma empresa.

Assim,posicionamento da empresa no mercado: é o ato de desenvolver a oferta e a imagem da empresa, de maneira que ocupem uma posição competitiva distinta e significativa nas mentes dos consumidores-alvos.

O resultado final do posicionamento da empresa no mercado é a criação bem-sucedida de uma proposição de valor focada no mercado. A empresa deverá fazer uma declaração simples para justificar o porquê que o mercado-alvo deve comprar os seus produtos.

E, nessa declaração, a empresa deverá mostrar ao seu público-alvo os benefícios que os seus produtos trarão a eles.

Dito isso, passo a responder a pergunta do 3º parágrafo: uma coisa eu asseguro a você. O motivo não foi porque a revista quer se tornar comportada e conservadora, mas, sim, devido à queda dos cifrões; uma vez que, somente, no mercado norte-americano a circulação da revista Playboy caiu de 5,6 milhões de exemplares, em 1975, para cerca de 800 mil exemplares.

A decisão da direção da revista Playboy, de deixar de publicar fotos de beldades nuas, reflete a banalização da nudez feminina. Esse movimento é uma tendência natural, porque a nudez deixou de ser novidade. E, como modelo de negócio a nudez se exauriu, porque ficou muito acessível e deixou de ser um produto premium para ser uma commodity.

Dessa forma, a decisão da direção da revista Playboy de reposicionamento da marca por meio de estratégia de marketing foi uma medida correta, pois a tendência é o desaparecimento da marca.

Assim, como ocorreu com a Olivetti – que era uma empresa fabricante de máquinas de escrever – empresa conhecida mundialmente e que todo o escritório tinha uma máquina dessas. Porém, como a Olivetti não reposicionou a sua marca, por não acreditar que os computadores vieram para ficar, praticamente sumiu do mercado.

Da mesma forma ocorreu com a marca Kodak – que foi um ícone quando o assunto era fotografia com os velhos filmes fotográficos – mas, perdeu mercado diante das câmeras digitais, porque não acompanhou a tendência das fotografias digitais. E, assim, a Kodak com mais de 100 anos pediu falência.

Portanto, quando o mercado fala é muito importante ouvi-lo, porque buscar nele as tendências e as oportunidades e colocá-las em prática na empresa é uma maneira inteligente de alavancar os negócios, quem primeiro implementá-las obterá uma vantagem competitiva.

PS: No canal de empreendedorismo, aqui no Portal Administradores, escrevo artigos sobre o Projeto de “Como Montar e Gerenciar o $eu Próprio Negócio”, que dá dicas de como criar e gerenciar um negócio próprio. Com textos baseado no meu livro Montando e Mantendo o $eu Próprio Negócio

ExibirMinimizar
aci baixe o app