Entenda como funciona a economia compartilhada

As transformações econômicas estão ocorrendo em alta velocidade nos último anos, afetando todos os setores da sociedade. Isso culminou em novos modelos e formas de consumo. Por isso, as empresas precisam se renovar a fim de acompanhar tais modificações, evitando o esgotamento de seus sistemas organizacionais (que ficam ultrapassados ou oferecem menor eficiência) e a queda na produtividade. Nesse contexto, vem à tona a pergunta: como funciona a economia compartilhada?

As transformações econômicas estão ocorrendo em alta velocidade nos último anos, afetando todos os setores da sociedade. Isso culminou em novos modelos e formas de consumo. Por isso, as empresas precisam se renovar a fim de acompanhar tais modificações, evitando o esgotamento de seus sistemas organizacionais (que ficam ultrapassados ou oferecem menor eficiência) e a queda na produtividade. Nesse contexto, vem à tona a pergunta: como funciona a economia compartilhada?

A economia compartilhada tem por objetivo permitir que as empresas mantenham sua capacidade produtiva e comercial através da interação com outras áreas e outros parceiros que, antes, não eram considerados nos modelos econômicos.

Veja a seguir como funciona a economia compartilhada e tire suas dúvidas!

Como funciona a economia compartilhada?

A economia compartilhada desenvolve novos hábitos de consumo (mudanças no comportamento dos clientes) e novos modelos de negócios (transformações tecnológicas e novas abordagens).

A tendência é que os consumidores passem a dividir o uso dos produtos e serviços que acessam. Trata-se do consumo colaborativo e não exclusivo.

Quais os pilares da economia compartilhada?

Como todo modelo inovador, existem pilares que garantem o sucesso da economia compartilhada.

Tecnologia

Os sistemas tecnológicos tendem a unificar atividades, processos, comportamentos, através de plataformas, aparelhos móveis, sistemas de pagamentos, gerenciamento de contas, redes sociais, grupos virtuais e outras coisas.

Economia

As mudanças no campo econômico são tantas que seria difícil elencar todas, mas podemos destacar: a tendência à unificação monetária, a monetização do estoque, maior flexibilidade financeira (como exemplos bem evidentes, cartão de crédito e moeda digital), capital de risco abundante, acesso preferível à aquisição (não é preciso adquirir um produto, mas ter acesso a ele).

Sociedade

As características da nova sociedade são a densidade populacional elevada, o desenvolvimento do conceito de sustentabilidade (sociedade integrada ao meio ambiente) e uma maior necessidade e desejo de solidarizar experiências, bens e serviços,

Qual a importância da economia compartilhada no mundo?

Nos países mais desenvolvidos, onde não há carência, nem a falta de recursos para satisfazer necessidades de consumo, o compartilhamento torna-se uma forma eficaz de racionalizar o uso de produtos e serviços. Na Europa, o conceito cresce cada vez mais, com o comportamento consumista sofrendo progressivas alterações. Estima-se que o conceito inovador alcance 335 bilhões de dólares até 2025.

Quais marcas que apostam nesta tendência?

Entre as empresas famosas que utilizam com sucesso o novo conceito, estão:

Uber

Serviço de transporte voltado para carona/compartilhamento de viagens. Em Nova Iorque, ele já chegou a ultrapassar os táxis. O cliente se cadastra no aplicativo Uber, conecta-se a um motorista e fica ciente imediatamente do preço da carona.

Airbnb

Sistema de aluguel de acomodações através de recursos digitais, como computador, tablet ou celular. As acomodações podem ser grandes ou pequenas, por longo, médio ou curto prazo e em qualquer parte do mundo.

Unicaronas

Site pioneiro em economia compartilhada, pertencente à Universidade Estadual de Campinas. Permite que os alunos melhorem o relacionamento entre si, combinem pontos de encontro e avaliem as habilidades dos colegas motoristas.

Bliive

Sistema que permite que o usuário dê aulas sobre determinado assunto e, como gratificação, receba aulas sobre assuntos que aprecia ou precisa conhecer.

Toyota

Empresa famosa que está alugando carros de determinadas concessionárias.

Citibank

Instituição financeira que, em Nova Iorque, patrocina um programa de compartilhamento de bicicletas.

Quais são os seus benefícios?

Entre os benefícios da economia compartilhada, estão:

Surgimento de novos modelos de negócio e novas oportunidades de emprego e trabalho;
Redução do impacto ambiental;
Melhoria no tráfego de veículos;
Alternativa para enfrentar a crise financeira;
Maior solidariedade entre usuários;
Incentivo para usufruir dos serviços através de recompensas;
Otimização da aprendizagem entre diferentes profissionais que ocupam um mesmo espaço (coworking, por exemplo).
Agora que você já sabe como funciona a economia compartilhada, ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto? Leia o nosso artigo: Por que o coworking é uma das maiores Tendências de negócios em 2016?

ExibirMinimizar
aci baixe o app