Empresas X Funcionários - Duelo Empatado

Em uma entrevista para emprego, o entrevistador não fala nada sobre o emprego, aos entrevistados, faz perguntas sobre a vida particular, de cada um, tentando criar um perfil. Depois seleciona os entrevistados cujos perfis foram mais próximos do que a empresa procura e após analise minuciosa contratam alguém. Durante algum tempo esse novo contratado passa a ser vigiado por colegas de trabalho e até por pessoas ligadas a ele e é sempre flagrado com perguntas do tipo: O que você faz na empresa? Qual o tipo de serviço prestado pela empresa? Isso tudo para testar o grau de confiabilidade do empregado e sua capacidade de guardar segredos. Esse tipo de atitude esta crescendo cada vez mais entre as grandes empresas que estão vendo no roubo de informação uma ameaça em potencial. Como isto afeta a área de informática? Em quase tudo. Em pleno século XXI, o mundo se desenvolvendo cada vez mais rápido e com o surgimento de novas tecnologias quase que diariamente, o computador virou a principal fonte de informação, senão para consegui-las, para guarda-las e auxiliar no filtro e análise de grandes quantidades de dados de uma única vez. Como conseqüência destes avanços temos os terroristas virtuais, que utilizam seus conhecimentos sobre computadores para roubar informações. Mais qual a vantagem em investigar um funcionário da empresa, quando estes terroristas podem conseguir a informação mesmo não trabalhando na empresa? Nunca poderemos deixar de lado os ataques de fora da empresa, mais estatísticas comprovam que mais de 60% dos problemas deste tipo vem de pessoas internas, funcionários descontentes, subornados por concorrentes... Para explicar melhor: João era um digitador, ele trabalhava 6 horas ao dia em um banco, desligado nunca se preocupava em saber coisas da parte administrativa do banco, nem queria se envolver com este pessoal afinal ele era o digitador. Um certo dia João teve um problema e precisava resolver com o gerente do banco, tudo bem, horário marcado e lá vai o pequeno digitador conversar com o grande e esperto gerente do banco. - Senta garoto, vou terminar esta ligação e já falo com você. Diz o gerente apontando uma cadeira para João. O garoto senta e percebi uma tremenda bagunça na mesa do gerente, tem papel para tudo quanto é lado, mais ele não estava nem ai, só queria resolver seu problema e cair fora, o gerente terminou a ligação e pediu licença para ir ao banheiro. Neste momento, João ali sozinho, aquela mesa cheia e documentos. Ele não quer, mais algo esta forçando ele a olhar a papelada, e ele começa a ver coisas que não quer, observa um nome, esta mais para um apelido e logo abaixo vem escrito senha, e algumas letras. Meu Deus! Exclama João muito nervoso, ele tenta esquecer a senha, tenta parar de olhar mais é inútil, algo o força a ver tudo aquilo e o gerente volta. João mal consegui falar, esta pensando no que tinha acabado de ver, e João sai, perplexo vai para casa e não consegui parar de pensar no que tinha visto aquela tarde, tenta dormir mais algo o leva até o computador, e João acessa a internet, ele passa a testar aquelas letras e o apelido em vários locais e em 5 minutos, pronto ele esta conectado... Essa estória é pura ficção, no caso o nosso amigo João conseguiu uma senha mais ele poderia ter pegado diversas informações, existem pessoas que são contratadas para roubar informações das empresas, baseado nisto as empresas estão monitorando e testando seus funcionários. Hoje existem contratos de empresas possuindo artigos que impedem o funcionário de trabalhar em alguma empresa concorrente em caso de demissão. Ai é que esta a preocupação dos profissionais, contratos deste tipo diminuem as chances de emprego aos técnicos. Até onde as empresas podem decidir o futuro profissional de um ex-funcionário? Se por um lado as empresas precisam tomar cuidado com as informações, por outro os funcionários não podem ver suas chances no mercado de trabalho sendo diminuídas por clausulas contratuais. Os dois lados possuem problemas que deixarão os envolvidos de cabeça quente em busca de uma solução cabível.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.