Não falta mão de obra qualificada, faltam líderes qualificados
Não falta mão de obra qualificada, faltam líderes qualificados

Não falta mão de obra qualificada, faltam líderes qualificados

O que normalmente noto é que aquelas pessoas mais reclamonas sobre a mão de obra hoje, acabam sendo líderes mais fracos

Quem nunca colocou a culpa nos outros, principalmente nos mais fracos que não tinham como se defender? Todo mundo já fez isso pelo menos uma vez na vida, o problema é não perceber o tamanho do erro e da injustiça.

Vamos lá, em primeiro lugar, isso é completamente errado, você não pode sair colocando a culpa nas pessoas, principalmente aquelas que dependem de você. Eu canso de ver líderes reclamando sobre seus funcionários que:

  • Não têm proatividade;
  • Não têm disposição;
  • Não querem trabalhar pesado;
  • Erram muito;
  • Só reclamam;
  • Fazem tudo errado;
  • Só pensam em dinheiro.


A lista poderia ser imensa, mas deixa eu apenas fazer um exercício rápido aqui com as mesmas frases e o que normalmente percebo nas consultorias e responderia para esses líderes:

  • Não têm proatividade – grande parte nem sabe direito o que você delegou para fazer, e quando tentam algo novo, a primeira coisa é receber uma tremenda bronca. Proatividade para quê?
  • Não têm disposição – qual estímulo exatamente você está dando? Um sorriso quando eles chegam, mais elogios do que críticas, mostra como percebe a evolução deles.... Normalmente não, né?
  • Não querem trabalhar pesado – as pessoas gostam de trabalhar pesado quando acreditam no que fazem, são reconhecidas e têm clareza sobre o assunto. Mesmo em crise, o pessoal está disposto a trabalhar muito pesado para ajudar àqueles que merecem.
  • Erram muito – mas eles sabem o que devem fazer e com clareza? Você deu a melhor explicação que podia e incentivou? Você ajudou a perceber os erros e melhorá-los? Ou apenas está observando e metralhando palavras de desaforo?
  • Só reclamam – e você está fazendo exatamente o quê? Pare um pouquinho e pense: quem tem reclamado mais? Com que impacto? Eles têm o mínimo para fazer o que precisam? As pessoas reclamam naturalmente, mas reclamam muito mais quando têm motivo.
  • Só pensam em dinheiro – se a coisa tá ruim, tem que ter um motivo para continuar com você. Ora, se não se sentem valorizadas, o ambiente não é legal, os objetivos são fracos, o propósito é inexistente, então pelo menos é bom ganhar uma graninha, não é?


Claro que falei aqui um pouco mais pesado e em tom de sátira, mas o que normalmente noto é que aquelas pessoas mais reclamonas sobre a mão de obra hoje, acabam sendo líderes mais fracos. É isso...

Bons líderes sabem extrair o melhor das pessoas, evoluir e montar suas equipes. Então, se você tem se pegado reclamando bastante da sua equipe, talvez seja a hora de você, na verdade fazer um bom curso, coaching e quem sabe até um MBA... Mas equipes ruins começam com líderes ruins.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento