Café com ADM
#

Empreender - Recurso ou Opção?

São várias as pessoas que actualmente pretendem constituir uma empresa, mas a maioria não tem consciência do que isso representa e nem têm a formação técnica e capital necessários que garantam minimamente o seu sucesso. Criar uma empresa é, muitas vezes, a saída tentada para a resolução do problema de desemprego. Como consequência, todos os anos nascem e morrem empresas, independentemente da sua dimensão. O sucesso da empresa depende, entre outros factores, da oportunidade do negócio e do perfil do empreendedor. Por mais pequena que seja a empresa, não é fácil uma pessoa tornar-se empresária. Normalmente só a vontade de ganhar muito dinheiro leva as pessoas a criarem uma empresa. A formação escolar não tem como objectivo o espírito de iniciativa, pois é para trabalhar por conta de outrém que as pessoas passam uma série de anos a investir na formação. O sistema de ensino não está preparado para formar as pessoas para terem iniciativa, para avançar com as suas próprias ideias e os seus projectos. Por exemplo, a um jovem faltam os contactos no mundo empresarial e o historial na banca, o que dificulta o acesso ao crédito e às operações financeiras bancárias. Para o jovem conseguir vencer no mundo dos negócios tem de conseguir dar esse salto. Depois, existe ainda outro problema crónico que dificulta a entrada na actividade empresarial: a burocracia necessária para tudo o que implica processos legais. Se há motivação para iniciar um determinado negócio, e o problema do capital já está resolvido, ainda resta outro grande problema. É ele, superar todo o aparelho que está instalado em determinado mercado e também as grandes empresas que já o dominam e que não vão facilitar a vida aos novatos. Há duas hipóteses: ou os futuros empresários conseguem identificar um nicho de mercado (grupo de consumidores), que seja demasiado pequeno para interessar às que já estão instaladas, e simultaneamente grande e suficiente para uma pequena empresa vencer, ou tentam arranjar alianças estratégicas e de parceria com as que já dominam. Encontrar um nicho de mercado é o primeiro grande desafio de qualquer empresário que se preze. É necessário que consiga identificar uma área de interesse, ter uma ideia brilhante e fazer o seu plano de negócios. Provar, através de estudos bem feitos, que tem pernas para andar. Finalmente quando a empresa já saiu do papel e é uma realidade concreta, a chave para o sucesso, é apostar na qualidade, nos chamados factores estratégicos de competitividade, nas novas tecnologias e nos recursos humanos. Com uma boa ideia, os contactos certos e uma equipa de valor, o mundo empresarial continua a ser complicado, mas não é nenhum papão. É fundamental que cada um pense bem na área de negócio que pretende investir, pois decisões precipitadas não originam o sucesso, mas podem contribuir para aumentar os problemas daqueles que já se encontram numa situação económico/social difícil.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.