Empreendedorismo, uma nova visão: enfoque no perfil empreendedor

O presente artigo tem como objetivo apresentar, evidenciar e explicar o empreendedorismo e o perfil empreendedor. Conceitos sobre o tema, uma comparação ao “empreendedor ideal” e o “empreendedor real”, e o desacoplamento do conceito empreendedorismo e lucro, e um estudo de caso

O presente artigo tem como objetivo apresentar, evidenciar e explicar o empreendedorismo e o perfil empreendedor. Primeiramente são expostos conceitos sobre o tema, sendo feita um apanhado de conceitos de vários autores, a fim de trazer uma definição sólida sobre o tema. Posteriormente é apresentado o perfil empreendedor, em sua forma literal. Com base no referencial teórico, várias ponderações são feitas, como uma comparação ao “empreendedor ideal” e o “empreendedor real”, e o desacoplamento do conceito empreendedorismo e lucro, o artigo é encerrado com um estudo de caso.

Algumas pessoas vêem o mundo como uma grande engrenagem, acatam premissas, aceitam uma ou outra prerrogativa, se encaixam em planejamentos rotineiros, não ligam em escalar a mesma montanha várias vezes pelo mesmo caminho mais difícil, vivem de forma tranqüila, e acreditam que time que está ganhando não se deve mudar nada, acham que tudo se resolve no final, já que sempre haverá alguém para consertar tudo.

Este tipo de comportamento é justamente o contrário do empreendedor, não se trata de nenhuma pessoa iluminada, nenhum deus ou super herói, mas sim de um homem ou mulher qualquer, mas que aceita quebrar a rotina desta engrenagem e a fazer girar de forma diferente, ser radical, com riscos bem mensurados, traz coisas boas ao que já é bom, não aceita um pressuposto só porque ele deu certo anteriormente, destrói tudo que pensamos e muitas vezes por enxergar o obvio se torna um ícone.

O verdadeiro empreendedor é um campeão que não desiste jamais, pois acredita em sua capacidade, e vê os fracassos como oportunidade de aprender cada vez mais. Não fica esperando a vida passar. Ele somente tem olhos para o futuro, sendo capaz de investir todo seu tempo na realização de seus sonhos!

No mercado, muitas vezes se destacam, quebram toda uma ordem vigente há muitos anos, infiltram novas e revolucionarias idéias, soluções mais baratas e lucrativas, geram e ganham muito dinheiro e são disputados entre as grandes empresas.

Empreender é uma tarefa para desenvolver com todos os cuidados, dentro das melhores práticas de mercado, exigindo um profundo auto-conhecimento, daquilo que se tem por domínio do negócio, e enfrentando a realidade do quanto é necessário construir, como empreendedor, para transformar sonhos em realidade.

O presente artigo faz uma abordagem sobre o tema empreendedorismo, apresenta conceitos e busca desmistificar alguns mitos sobre o tema.

Se este artigo interessou a você, talvez queira conferir também nosso ebook "Empreendedorismo Fora de Série". Clique aqui para baixar gratuitamente.

Empreendedorismo nu e cru

O tema empreendedorismo é secular, tão antigo que achar obras literárias sobre o tema não é uma tarefa difícil, aliás, é natural já que se trata de um tema tão popular e antigo, segundo Dolabela (2006) “empreendedorismo não é um tema novo ou modismo: existe desde sempre, desde a primeira ação humana inovadora, com o objetivo de melhorar as relações do homem com os outros e com a natureza”.

Se existem muitas obras sobre o assunto, as definições do tema são as mais diversaS são apresentados vários conceitos, mas a grande maioria converge no mesmo ponto,a inovação, aliada a força de vontade, e a grande busca de resultados. Para Angelo (2003) “empreendedorismo é a criação de valor por pessoas e organizações trabalhando juntas para implementar uma idéia por meio da aplicação de criatividade, capacidade de transformar e o desejo de tomar aquilo que comumente se chamaria de risco”.

Segundo definição de Barreto (1998) “empreendedorismo é a habilidade de se conceber e estabelecer algo partindo de muito pouco ou quase nada”, assim Barretos enfatiza a grande importância do trabalho, além da capacidade de maximizar recursos.
Uma outra definição interessante é a de Schumpeter (citado por FILION,1999) onde expõe que “empreendedorismo está na percepção e aproveitamento das novas oportunidades no âmbito dos negócios ... sempre tem a ver com criar uma nova forma de uso dos recursos nacionais, em que eles sejam deslocados de seu emprego tradicional e sujeitos a novas combinações.”

Segundo Timmons (citado por DOLABELA, 2006), “o empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial foi para o século 20”, ao comparar com a revolução industrial, a grande responsável por radicais mudanças no século 20, demonstra o grau de importância para a sociedade do tema empreendedorismo.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas -SEBRAE (2009) o empreendedor tem como característica básica o espírito criativo e pesquisador. Ele está constantemente buscando novos caminhos e novas soluções, sempre tendo em vista as necessidades das pessoas. A essência do empresário de sucesso é a busca de novos negócios e oportunidades e a preocupação sempre presente com a melhoria do produto. Enquanto a maior parte das pessoas tende a enxergar apenas dificuldades e insucessos, o empreendedor deve ser otimista e buscar o sucesso, apesar das dificuldades.

Já para Dornelas (2008) “empreendedorismo é o envolvimento de pessoas e processos que, em conjunto, levam a transformação de idéias em oportunidades” enfatiza assim de forma mais geral o real objetivo do empreendedorismo, que é gerar oportunidades.
Todas estas definições exprimem de forma muito clara o que vem a ser o tema empreendedorismo, porém cabe uma definição mais sucinta, onde traga palavras chave, assim:

Empreendedorismo é o ato de aproveitar oportunidades, inovar, planejar, arriscar, empenhar, ser perseverante, acreditar na idéia e transformar em realidade, este ato se aplica em qualquer área, seja um novo negócio, seja um novo processo ou um novo produto, um novo método, tanto faz.

O perfil empreendedor

Nas universidades, cursos, seminários e até exposições sobre o assunto empreendedorismo é rotineiro que se discuta sobre o ato de empreender e o perfil de quem realiza essa ação, o empreendedor, neste contexto são apresentadas várias características traçando assim o perfil empreendedor.

Segundo Dornelas (2008) “o empreendedor é aquele que faz as coisas acontecerem, e antecipa aos fatos e tem uma visão futura da organização”, já para Chiavenato (2004) “o empreendedor é a pessoa que inicia ou opera um negócio para realizar uma idéia ou projeto pessoal assumindo riscos e responsabilidades e inovando continuamente”. Schumpeter (citado por

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar