Empreendedorismo Feminino: será apenas uma questão de modismo?

O Empreendedorismo Feminino é um movimento crescente que cada vez mais recebe apoio de várias frentes

No dia 09/02/2019, realizei o VIII Encontro de Empreendedorismo Feminino, do grupo Entre Elas, grupo que criei no Whattshapp com o objetivo de fomentar o empreendedorismo feminino, por meio da promoção de conexões entre empreendedoras e do compartilhamento de informações sobre empreendedorismo e negócios.

Nesse encontro, fiz uma pergunta que aqui compartilho com vocês: “Empreendedorismo Feminino está na moda?

Se você respondeu um convicto SIM, precisamos conversar!

O Empreendedorismo Feminino não está na moda, sabe por quê? Porque moda é passageiro, e esse é um movimento crescente que cada vez mais recebe apoio de várias frentes.

Sabemos que não é de hoje que as mulheres empreendem. Quem não conhece pelo menos uma mulher que encontrou no artesanato uma segunda fonte de renda para a família e que, por meio desse trabalho, foi possível investir na educação dos filhos?

Minha mãe, hoje com 86 anos, durante minha infância, comercializava roupas de tricô e fazia pequenos reparos de costura para as amigas. Com esse dinheiro, complementava a renda da casa e investiu na minha educação.

Isso já era empreender, concordam comigo?

Mas então o que mudou? Por que tantos movimentos e tantos grupos de empreendedorismo surgindo a cada dia?

O que mudou foi a visão da sociedade sobre essa mulher que empreende e a visão dessa mulher sobre ela mesma.

Começamos a descobrir que, sim, podemos ocupar lugares que antes nos eram negados e, felizmente, estamos ocupando esses lugares.

Descobrimos que aquele discurso “Mulher não trabalha fora” não tem mais força, não faz mais sentido e que podemos trabalhar onde quisermos e isso inclui dentro de casa.

Trabalhar Home Office tem sido uma opção para as mamães que descobriram no empreendedorismo uma forma de ganhar dinheiro, fazendo o que gostam e, ao mesmo tempo, permanecendo ao lado dos filhos.

Esse empoderamento, que significa reconhecimento e o resgate da autoestima da mulher, tem ganhado força, ecoado em nossa sociedade e feito parte das estatísticas.

Pesquisas comprovam que as mulheres empreendedoras, além de contribuir para o desenvolvimento do país, investem, mais do que os homens, na educação de suas famílias.

Segundo dados da JA Brasil,(Junior Achievement Brasil) em seu programa de Mulheres Empreendedoras, as mulheres geram benefícios diretos, tanto para o seu próprio bem-estar social, quanto para o de suas famílias, mediante a melhora de suas receitas e da segurança financeira do lar.

Por isso, toda vez que você souber de um novo movimento de apoio ao empreendedorismo feminino surgindo, comemore, divulgue e, se puder, faça parte!

A mulher empreendedora, além de se realizar ao empreender, tem o potencial de promover transformações na sociedade e na economia do país.

E você? Empreende ou tem vontade de iniciar nessa jornada?

Deixe aqui o seu comentário e se precisar de ajuda é só me enviar uma mensagem: contato@kellymetzker.com.br.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Kelly Metzker

    Kelly Metzker

    Coach e Palestrante.Empreendedora há 18 anos. MBA em Comunicação e MKT Digital pela FGV. Coach pela SBC Coaching e Especialista em desenvolvimento de empreendedores. Mentora certificada pela metodologia QEMP. Coautora do livro Seja sua Melhor Versão.

    café com admMinimizar