Empreendedorismo e decisão

<b>Uma das principais características do empreendedor é a presteza na tomada de decisões.</b><br /> <br />

Julia Vacillanti é uma jovem empreendedora de sucesso. Ela está ganhando um bom dinheiro com sua pequena empresa de publicidade. Começou há dois anos e já emprega nove pessoas. O crescimento rápido da empresa está aflorando um problema de gestão. Julia não está enfrentando a contento a rotina diária que exige a tomada, cada vez maior, de inúmeras pequenas ou grandes decisões, a todo o momento e, em todos os níveis da empresa. Julia fica angustiada, tem dificuldades para embasar suas decisões e acaba demorando muito para decidir até mesmo sobre pequenas coisas. Essa demora ou protelação na tomada de decisões se deve ao medo que ela tem de tomar a decisão errada.

Julia, a exemplo de muitas pessoas, insiste em associar o certo com o bem e o errado com o mal. Na cabeça dela só as decisões certas conduzem para o bem, para resultados positivos. Ela não percebe que muitas vezes as questões são muito fáceis de decidir porque, simplesmente, não existem caminhos certos e errados. O que existe são perspectivas diferentes, que dependem da formação e do ponto de vista de cada pessoa. Ela não entende que na maioria dos casos não haverá conseqüências negativas para uma determinada decisão, mas sim diferentes caminhos, todos com conseqüências positivas. Esse comportamento indeciso de Julia fica evidente no tempo que ela gasta na hora da escolha de uma roupa para sair. Ela se preocupa sempre em ter uma aparência correta. Se no futuro ela entender que não existe uma aparência correta, mas diversas aparências diferentes, talvez passe a perder menos tempo na hora de decidir. Com isso, certamente seu namorado não a receberá mais com aquela cara fechada, depois de esperar por mais de uma hora para levá-la ao cinema.


O processo de tomada de decisão é complexo e traz ansiedade porque envolve a escolha de alternativas. Uma boa metodologia para a tomada de decisões importantes consiste em reunir as informações necessárias, analisá-las, avaliar as alternativas e ouvir a opinião de outras pessoas. Ao buscar a opinião de outros é importante diversificar ao máximo, isto é, não buscar só a opinião de pessoas que pertencem a grupos que pensam de maneira semelhante. Um feirante experiente, por exemplo, pode dar uma opinião interessante numa dúvida surgida na montagem da estratégia de marketing para uma empresa que pretende vender softwares para deficientes visuais.

Na velocidade como se desenvolve a atual conjuntura de negócios, as decisões precisam ser rápidas. Não há mais lugar para empreendedores indecisos ou inseguros. Muitas vezes, fala-se que é preciso atirar primeiro para depois mirar o alvo. Na atual dinâmica dos negócios, as decisões precisam ser tomadas com rapidez, mesmo com o risco de não serem as ideais, ou de estarem incorretas.

Eder Luiz Bolson, empresário, autor de Tchau, Patrão ! www.tchaupatrao.com.br


ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.