EBITDA

Convido você a entender definitivamente do que se trata o EBITDA, e como podemos fazer para interpretar o que esse indicador obtido através do DRE

O EBITDA é um indicador muito interessante e bastante utilizado pelas empresas de modo geral, o conceito em torno deste índice não é muito claro para muitas pessoas, mas fique tranquilo, vou esclarecer tudo para você neste artigo.

Vamos começar entendendo a sigla EBITDA.

Earning

Before

Interests

Taxes

Depreciation

Amortization

Trazendo para o português seria o LAJIDA, Lucro Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, a sigla por si só já explica bastante, mas ainda fica a dúvida da real utilidade deste índice que é obtido através da DRE, caso tenha dúvidas com relação à DRE indico a você ler estes dois artigos:

GUIA RÁPIDO PARA A DRE

DRE CONTÁBIL | UM RAIO-X PODEROSO.

De maneira geral podemos dizer que o EBITDA representa a geração operacional de caixa da empresa, ou seja, quanto à empresa gera de recursos apenas em suas atividades operacionais, sem levar em consideração os efeitos financeiros e de impostos.

Você deve estar se perguntando:

Porque esse índice é tão importante?

Pois bem, o EBITDA ganha importância, porque ao analisarmos apenas o resultado final da empresa (lucro ou prejuízo), não é o suficiente para termos uma visão real do desempenho da empresa em um determinado período.

Este indicador é também muito utilizado dentro do mercado ações, pois facilita a comparação direta de empresas, já que ele fornece o caixa gerado pela empresa descontando qualquer ganho financeiro.

Podemos citar também que o EBITDA é utilizado como indicadorespcífico na Avaliação Econômica de Empresas, que seria o Múltiplo de EBITDA, mas isso fica para o próximo artigo ;-).

CALCULANDO O EBITDA

É simples, vamos lá?

Para calcular o EBITDA, é preciso obter primeiramente o lucro operacional, que é a subtração, a partir da receita líquida, CMV (custo da mercadoria vendida) das despesas operacionais e das despesas financeiras líquidas (despesas menos receitas com juros e outros fatores financeiros).

Depois disso, é só somar ao Lucro Operacional, os juros, a depreciação e amortização que estão incluídas no CMV e nas despesas operacionais.

Vejamos a seguir um modelo de cálculo de EBITDA

+ Receita com Vendas

- Dedução de Impostos

= Receita Liquida

- Custo dos Produtos

= Lucro Bruto

- Despesas Fixas

+Outras Receitas Operacionais

=EBITDA

PERIGOS DO EBITDA

Temos que tomar cuidado ao utilizarmos este indicador, pois o EBITDA utilizado de maneira isolada pode dar uma falsa ideia sobre a efetiva liquidez da empresa. Além disso, o indicador não considera o reinvestimento, ou ações adotadas pela empresa com o objetivo de alavancar seus resultados.

Por isso dizemos que o EBITDA é um índice financeiro de extrema relevância, mas que deve ser utilizado combinado com outros indicadores de desempenho da empresa, proporcionando assim uma análise mais assertiva com relação aos resultados obtidos.

Salientamos mais uma vez, uma determinada empresa pode apresentar um EBITDA ‘‘espetacular’’ e nem sequer ter capital para honrar com seus compromissos. Isto acontece, pois este índice não leva em consideração a movimentação patrimonial, somente o resultado (DRE).

E se as dicas foram úteis para você e sua empresa, compartilhe nas redes sócias.

Forte abraço

ExibirMinimizar
aci baixe o app