E será que um dia faremos a diferença?

Estava pensando ontem, se o que faço hoje faz bem para alguém. Cheguei à triste conclusão que não... Muitas vezes não fazemos nada que mudará o mundo ou melhorará a vida de alguém. Por outro lado, às vezes, indiretamente, conseguimos tornar pior nosso meio. Senti então uma vontade imensa de fazer a diferença. Tal qual a ótima história que sempre me vem à mente: Uma menina estava na praia...e durante uma maré, milhares de estrelas do mar começaram a ficar presas na areia. Devagarzinho ela foi pegando uma estrela e jogando no mar. E outra...e outra...e mais outra.... Quando, de repente, chegou um homem e disse: "O que você está fazendo? Você nunca vai conseguir salvar todas..." Com olhar doce e inocente ela respondeu: "Para essa eu fiz a diferença." E isso que nós todos deveríamos sentir. A vontade de fazer a diferença para alguém. E fazer realmente essa diferença. Enquanto todos os dias, nos esforçamos para ganhar nosso salário, realizar nossos sonhos, estudar, divertimos, etc., centenas de milhares de pessoas estão sofrendo, seja por fome, por tristeza, por solidão, por não ter onde morar e nem com quem conversar. E o que fizemos durante nosso dia, nossa vida, para mudarmos isso? Nada. Não conseguimos e às vezes não sentimos nada. Por que às pessoas que vão sofrer as conseqüências da nossa passividade estão distantes, não podem olhar em nossos olhos e nem dizer o que sentem. E nós, não teremos que negar nossa ajuda para elas. E será que um dia faremos a diferença?
ExibirMinimizar
aci baixe o app