É muito importante saber se você está sendo pró-ativo ou inconveniente

Acho sensacional as pessoas se anteverem às situações e querer mostrar o seu melhor para a equipe, mas é necessário identificar se você não está sendo um mero fazedor de tarefas alheias e um chato ou se está contribuindo para o crescimento da empresa

Para a semana começar com uma dica que pode mudar sua visão em alguns aspectos.

Admiro muito as pessoas proativas, talvez até me confunda um pouco naquilo que quero explanar, mas conto com a ajuda dos colegas Administradores para me auxiliar. Acho sensacional as pessoas se anteverem às situações e querer mostrar o seu melhor para a equipe.

Vou exemplicar com um caso real. Trabalho numa sala ampla onde não há divisórias, ou seja, todas as equipes se "enxergam" e não existe divisão por setor. Isso mesmo! Não existe divisão por setor. Todos ouvem o que a área administrativa conversa, o comercial e a equipe de informática. Tudo bem que é uma pequena empresa, mas acredito que isso facilita a interação. Essa foi a ideia original.

De certa forma considero relevante a sala ser neste formato, pois agiliza a tomada de alguma ação. Mas tem momento que isto se torna totalmente irritante quando aquele colega que gosta de mostrar serviço (existem pessoas que gostam de mostrar e pessoas que fazem acontecer), se intrometendo em trabalho que não lhe diz respeito. Até porque, cada pessoa tem seu cronograma e prazo para cumprir as atividades sem a necessidade de outra pessoa estar se antevendo à uma responsabilidade que diz respeito a você.

A definição de proativo no dicionário é até bem diferente daquilo que temos vivenciado. Ser proativo é: "Que busca, por antecipação, identificar e resolver possíveis problemas; que age ou pensa de maneira antecipada; antecipatório: procedimentos proativos."¹

Com base nesse significado, podemos perceber que ser proativo está muito além de fazer algo que não lhe compete naquele momento, significa infinitamente mais, significa enxergar algo que ninguém viu, identificar falhas que poderiam ser cruciais para o negócio da empresa.

Com base nisso, é necessário identificar se você não está sendo um mero fazedor de tarefas alheias e um chato ou se está contribuindo para o crescimento da empresa.

¹http://www.dicio.com.br/proativo/

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento