Café com ADM
#

E já teimaram em dizer que a Terra é plana.

E então inventaram a roda, mas sem perceber sua utilidade, a usaram como mesa. E então inventaram a energia nuclear, mas sem perceber o seu impacto, a usaram para matar. E então inventaram a internet, mas sem perceber o seu benefício, a usaram como arma de guerra. E então inventaram o Ser Humano, mas sem perceber o seu propósito, o usaram.

E então inventaram a roda, mas sem perceber sua utilidade, a usaram como mesa. E então inventaram a energia nuclear, mas sem perceber o seu impacto, a usaram para matar. E então inventaram a internet, mas sem perceber o seu benefício, a usaram como arma de guerra. E então inventaram o Ser Humano, mas sem perceber o seu propósito, o usaram.

Querida(o) Amiga(o),


Se hoje em dia você disser que a Terra é plana, você tira um zero enorme em qualquer prova de geografia. Séculos atrás, se você afirmasse que a Terra era redonda, você virava churrasco em uma grande fogueira da inquisição.

E churrasco viraram centenas, milhares, milhões.

Até que finalmente alguém provou para alguém que demonstrou para alguém que a Terra é redonda como a Lua e como o Sol.

Parece óbvio.

Mas não é.

Todos nós cometemos erros uma vez ou outra na vida. Não vejo problema algum em errar, ou mesmo repetir os mesmos erros. Decisões precisam ser tomadas a todo momento, e muito raramente, nós temos ou teremos, a informação que realmente precisamos para decidir com 100% de segurança. Você pode estudar, rezar, se preparar, se concentrar, se programar, se planejar, se antecipar, e mesmo assim, alguma coisa pode dar errada.

A vida exige que andemos em frente, com ou sem certeza, o universo não pára.

Mas, quando eu penso sobre cometer erros na vida, eu me recordo de um grande amigo que eu tive e seu relacionamento com o pai.

Nós éramos crianças ginasiais, mochilas nas costas, notas baixas na escola, longas conversas sobre as meninas, a vida que viria pela frente, e sobre aquilo que não tínhamos a quem perguntar.

Nós falávamos sobre errar na vida. Nós falávamos sobre pedir desculpas.

Nós falávamos sobre a dificuldade que o pai dele tinha em pedir desculpas a ele ou qualquer outra pessoa, quando o Pai percebia que estava errado.

"O meu pai é um grande cara", dizia o meu amigo, "Ele é um engenheiro formado em uma ótima escola", "Ele sempre dedicou boas horas do seu tempo para me ajudar a entender melhor Matemática, Física e Química", "Ele me ensinou a jogar xadrez, mexer com dinheiro, montar e desmontar computadores e consertar aparelhos eletrônicos", "Ele me ensinou que era preciso tirar boas notas na escola, entrar em uma ótima universidade, fazer carreira em uma excelente multinacional, ter prestígio na vida e ser reconhecido pelos amigos do bairro", "Ele me ensinou a ser prático, e até educado, mas ele nunca me ensinou a pedir Desculpas para outras pessoas", "Ele dizia para eu pedir desculpas aos outros, ser humilde, mas como ele não pedia desculpas para mim, do que adianta falar a respeito?".

Naquele tempo nós costumávamos dizer que o Aurélio de Holanda, o famoso dicionário, devia ter abolido a palavra "Desculpa" de toda uma geração de edições do livrão. Professores, pais, doutores, advogados, em casa ou na rua, todos cometiam erros, mas ninguém tinha a grandiosidade de reconhecer que estavam errado e pedir Desculpas. É como se todos soubessem que a Terra é redonda, mas todos estavam impossibilitados de reconhecer uma nova realidade.

O Século Vinte foi o Século Americano. Eles inventaram o petróleo e o carro, o elevador e o ar-condicionado, o banco popular e as ações na bolsa, o aparelho de barbear e o sabonete, a guerra e a paz, a universidade e o marketing, o vendedor e o cartão de crédito, o ar-condicionador, a televisão, o computador e a internet.

O Século Vinte e Um é o Século Cristão, Judeu, Islâmico, Hindu, Espírita e Budista.

Nós, os Seres Humanos, inventamos de tudo nos últimos trinta anos. Hoje, praticamente qualquer atividade braçal pode ser realizada por uma máquina. Qualquer Pentium 4 trabalha melhor do que 4 pessoas juntas. Resultado, para muitas pessoas, milhares entre as que estão lendo essa mensagem nesse momento, trabalhar se tornou um grande fardo, uma grande encheção, uma grande perda de tempo.

O Século Vinte foi o século do hardware, o Século Vinte e Um é o século do software.

"Gerentes de Bancos!", ACORDEM, "Trabalhar em um banco sempre será uma chatice até que você comece a trabalhar como Conselheiro de Finanças Pessoais para os seus clientes".

"Vendedores!", ACORDEM, "Bater metas, atender telefonemas e ficar preso no trânsito a caminho de um cliente, sempre será um porre até que você comece a trabalhar como Analista dos Negócios dos seus clientes".

"Consultores!", ACORDEM, "Chega de idéias, planos, metas e métricas, palavras difíceis e planos tediosos, arregasse as mangas, faça o que o seu cliente não consegue fazer, seja um Oráculo, esteja presente".

"InfoManíacos!", ACORDEM, "Chega de instalar sistemas, chega de integrar sistemas, o seu trabalho é integrar Pessoas a Sistemas, seja o Líder, ninguém sabe como fazer".

"Gerentes!", ACORDEM, "As pessoas estão cansadas, desoladas, ninguém vai fazer nada além do trivial, se o ambiente ficar cada vez mais sombrio e sem liderança, seja O cara, ajude as pessoas a sentar na sua cadeira".

"Aposentados!", ACORDEM, "Aposentados de quê? Existe uma OnG aí fora esperando por você, seja o Guru para alguém".

O Século Vinte foi o século do braço, o Século Vinte e Um é o século do CÉREBRO!!!

Qualquer máquina faz qualquer atividade que o seu pai disse para você fazer quando você crescesse, o sucesso não é mais por aí. O sucesso é por aqui: Nessa geração, seja humilde com todos, reconheça os seus próprios erros, enfrente os demônios de frente, abaixe a cabeça, peça desculpas quando errar e bola prá frente.

E quando alguém disser que a Terra é redonda, DUVIDE, duvide até que você a veja com os seus próprios olhos.

Vejo você nas Estrelas. Nada menos que isso interessa.

QUEBRA TUDO! Foi para isso que eu vim! E Você?

Ricardo Jordão Magalhães
Fundador, Presidente e Seu Amigo
E-mail e Messenger: ricardom@bizrevolution.com.br
BIZREVOLUTION. Uma Revolução pelas Próximas Gerações
Visite www.bizrevolution.com.br e entre para essa REVOLUÇÃO!
Visite o BLOG da BIZREVOLUTION www.bizrevolution.com.br/blog
Visite a LOJA da BIZREVOLUTION www.bizrevolution.com.br/loja

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.