Café com ADM
#

É assim quando se trabalha bem

Quanto maior o sucesso, maior o sacrifício

Mais cedo assisti, finalmente, ao filme O Diabo veste Prada em DVD comprado ontem na Casa & Vídeo. A história de Andrea faz refletir qualquer profissional com desejo de ascensão e o conflito entre vida pessoal x vida profissional.

Interessante a reflexão sobre ser bom no trabalho consequentemente bagunça a vida pessoal.



Pensando um pouco nisso podemos refletir o tema e analisar o quão estamos dispostos a abrir mão de nossa vida pelo sucesso profissional.

Navegue um pouco pela Internet e vários e vários artigos sobre conciliar os dois estarão ali prontos para serem lidos, refletidos e quem sabe até seguidos. Mas seria tão simples assim? Uma fórmula mágica o requisito necessário para tudo ter seu espaço na vida? Claro que sim, mas como seres humanos que somos, vivendo em sociedade principalmente, nunca é demais acreditar que na prática a teoria é outra.



Agora você tentar conciliar é uma coisa, mas e sua equipe, família, amigos, eles tentarão conciliar seguindo os critérios que você adotou? Muito provavelmente não! E está aí o cerne da questão. Os artigos são destinados ao leitor, porém cada leitor concluirá algo, talvez até o mesmo que você concluiu afinal a mensagem é única, mas a aplicação do conceito varia de acordo com a situação. Sinergia no trabalho não é fácil, exceto quando todos estiverem envolvidos pelos mesmos interesses logo não será sempre. Um objetivo atingindo no tempo certo com as partes envolvidas participando pode não ser atingido posteriormente quando renovado este for. Quando seu chefe decidi que é hora de focar no trabalho qual será o efeito sobre você? Agora pense no conflito gerado quando seu objetivo é focar na família. [Entende o que quero dizer? Você provavelmente terá de sacrificar seu desejo maior porque ele é seu chefe e a hierarquia prevalece no ambiente empresarial - e nem sempre sabemos por quanto tempo será necessária a abdicação].



Percebe que a gestão de projetos está presente inclusive em nossas vidas? O tempo todo estamos alinhando interesses, objetivos, planos e execução para realização em tempo determinado. Ocorre que internamente tudo isso é mutável e difícil de mensurar. Logo o envolvimento e comprometimento de sua equipe poderá não ser o mesmo quando o projeto for outro.



Agora começam de fato as complicações, afinal você precisa entender seu chefe, sua equipe e eles precisam te entender, mas todos são guiados pelo mesmo objetivo pouco nobre: o lucro. Esta será a finalidade quer aceitem quer não. O que os pensadores atuais aplicam é ocultar o objetivo do lucro, afinal ele é da empresa, concentrado nas mãos virtuais da instituição e aplicado com o objetivo simples de aumentá-lo no exercício seguinte. Ou seja, seus projetos precisam estar alinhados aos interesses da organização e não o contrário. Tudo que fazemos é alinhar os dois lados para que ambos saiam ganhando.

No filme o Diabo veste Prada, o conflito de interesses leva a personagem principal a desistir do trabalho quando percebe estar fazendo algo que na verdade não trás alegria.



É importante esclarecer, o emprego de assistente é desejado por todas as mulheres, ela o conquista, permitindo-se levar pelo seu brilho, as conquistas duras pelo caminho que lhe deram status e a fizeram sentir melhor consigo mesma tornando-a grande, a personagem se descobre sozinha e solitária conflitando com os amigos, mal tendo tempo para a família e vendo sua vida afetiva cair. Nesta passagem percebemos o conflito entre o que se deseja e o que se tem. Contudo, o sucesso estava sendo alcançado na empresa, mas não para com ela mesma.



O mais incrível neste filme é a semelhança com a realidade. Enquanto tivermos diferentes cabeças desejando coisas diferentes, ou a mesma coisa por caminhos distintos, nunca conseguiremos conciliar tudo da forma que gostaríamos. E ainda os meios podem não justificar os fins e aqui não me refiro ao conhecido jogo sujo, mas aos sacrifícios feitos no caminho para o sucesso. :)

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.