Dos desafios da implantação de uma administração estratégica
Dos desafios da implantação de uma administração estratégica

Dos desafios da implantação de uma administração estratégica

São vários os desafios da implantação de uma administração verdadeiramente estratégica, que dialogue com a administração operacional e guie o negócio pela imensidão de possibilidades

São vários os desafios da implantação de uma administração verdadeiramente estratégica, que dialogue com a administração operacional e adicione quesitos relacionados à auditoria e aos planejamentos futuros gerais da empresa, guiando-a pela imensidão de possibilidades do mercado.

Dentre os desafios, o primeiro a ser vencido é a mentalidade de que a área é um custo. Muitas empresas ainda não conseguem perceber que esse ponto de vista é um tanto limitador, já que para o negócio ser excelente e disruptivo ele precisa mais do que sobreviver bem, precisa alcançar seu potencial máximo. São os olhos cuidadosos da administração que além de cuidar bem da rotina diária observam o que mais falta melhorar e soma a isso muita ação rumo a planos de execução viáveis.

O segundo desafio é a integração. A administração trabalhando isolada, na sala ao lado, não consegue a integração necessária para se fazer de fato uma boa gestão. A boa gestão é fruto de diálogo em equipe, de disponibilidade para se discutir assuntos preventivamente, antes que eles se tornem urgência.

Outro desafio é a autonomia. A boa gestão precisa de independência para agir. Para isso, é preciso regras claras de funcionamento, saber o que necessita de reunião e validação e o que não precisa, bem como precisa de confiança. A confiança de que a área é competente e está pronta para atuar com excelência.

Mais um desafio é com a própria equipe de administração, que para ser reconhecida como importante, precisa antes, reconhecer a própria importância e, talvez, fazer-se entender mais, por meio de apresentações de resultados, por exemplo.

Por fim, há o desafio de estruturar a equipe operacional para que a administração possa atuar nessa frente e na frente estratégica. É necessário que a equipe esteja composta por setores bem divididos, com profissionais bem capacitados e bem treinados e que os manuais e rotina estejam claros e em dia, com checagem diária e semanal de cada atividade. Feito isso, é possível implantar um outro aspecto da administração responsável pela auditoria da equipe e do gestor operacional, bem como pela confecção de análises financeiras e administrativas que levem sempre o negócio a ser o mais rentável e sustentável além de atuar com protagonismo em seu ramo de atuação, exercendo seu potencial de excelência. E, quem sabe, que possa introduzir uma cultura de uso do coaching em diversos patamares da empresa.

Assim, garante-se que o funcionamento da equipe seja o mais adequado possível e que a prática dessa rotina permita auditoria, crítica construtiva, planejamento e ações futuras voltadas para melhorias. Somente assim é que de fato se constrói uma estratégia de verdade, com um olho no dia a dia e outro no futuro

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento